NBA suspende dono do Clippers do esporte por comentário racista

terça-feira, 29 de abril de 2014 18:22 BRT
 

NOVA YORK, 29 Abr (Reuters) - A NBA, liga de basquete norte-americana, afastou nesta terça-feira o proprietário do Los Angeles Clippers, Donald Sterling, do esporte em caráter permanente por comentários racistas que deixaram indignados jogadores, torcedores e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Sterling, dono mais antigo entre as 30 equipes da NBA, não poderá desempenhar qualquer papel nas operações de sua equipe ou ser um dos governadores da liga, disse o comissário da NBA Adam Silver em coletiva de imprensa em Nova York. Sterling também foi multado em 2,5 milhões de dólares.

A polêmica começou no fim de semana, quando o site de celebridades TMZ.com divulgou uma gravação de áudio com uma voz que disse ser de Sterling criticando um amigo por se associar a "pessoas negras".

Uma investigação sobre a gravação concluiu que a voz era de Sterling, disse Silver, acrescentando que confirmou depois que era sua voz, mas não se desculpou.

Os comentários de Sterling causaram uma onda de indignação num campeonato que está na vanguarda da integração racial nos esportes profissionais dos Estados Unidos e no qual os jogadores são em sua maioria negros.

Obama, o primeiro presidente negro dos EUA, chamou os comentários de Sterling de "declarações racistas incrivelmente ofensivas".

(Reportagem de Scott Malone e Larry Fine)