Polícia espanhola detém homem que jogou banana em Daniel Alves

quarta-feira, 30 de abril de 2014 10:35 BRT
 

MADRI, 30 Abr (Reuters) - A polícia espanhola deteve o torcedor do Villarreal que jogou uma banana em campo na direção do jogador brasileiro Daniel Alves no domingo, acusando-o de "violação de direitos fundamentais e liberdades civis".

Imagens do jogador pegando a banana do chão e comendo a fruta durante a partida pelo Campeonato Espanhol se espalharam pelo mundo e provocaram uma campanha de apoio por parte de jogadores de futebol e celebridades contra o ato de suposto racismo.

Um homem de 26 anos foi detido na terça-feira à noite, sendo posteriormente acusado e liberado. Ele deve se apresentar ante um juiz em uma data ainda a ser definida, disse uma porta-voz da polícia nesta quarta-feira.

O Villarreal anunciou ter banido o torcedor para sempre, mas Daniel Alves, que antes já havia criticado o racismo na Espanha, não ficou satisfeito.

"Tinham que colocar a foto dele (o torcedor) em público, só para envergonhá-lo. Acho que banir ele do futebol não é a solução", disse ele à Rádio Globo. "Existe racismo contra estrangeiros", acrescentou. "Eles vendem o país como de primeiro mundo, mas em certas coisas eles são muito atrasados."

O futebol europeu vem sendo há muito assolado por incidentes racistas envolvendo torcedores e os campeonatos europeus têm sido criticados por não fazerem o bastante para impedir os atos.

(Reportagem de Iain Rogers)