Goleiro do Chile é liberado para Copa depois de quase ir para prisão

quarta-feira, 30 de abril de 2014 14:59 BRT
 

SANTIAGO, 30 Abr (Reuters) - O goleiro Johnny Herrera poderá ser convocada para a seleção do Chile que disputará a Copa do Mundo no Brasil, depois de receber uma sentença suspensa por dirigir alcoolizado, ao invés de uma pena de prisão, relatou a mídia nesta quarta-feira.

Herrera, provável reserva no time do técnico Jorge Sampaoli, recebeu uma sentença de 150 dias, uma multa de 740 dólares e uma proibição de dirigir por dois anos.

Ele foi pego dirigindo sob efeito de álcool durante os festejos de independência do Chile em setembro de 2012.

Herrera já tinha tido sua habilitação revogada por dois anos em 2013 por atropelar uma estudante de 22 anos em Santiago, em 2009.

O Chile foi sorteado no Grupo B ao lado de Espanha, Austrália e Holanda.

(Por Rosalba O'Brien)