Senna é lembrado em todo o mundo no 20º aniversário de sua morte

quinta-feira, 1 de maio de 2014 11:51 BRT
 

IMOLA, Itália, 1 Mai (Reuters) - Fãs e pilotos de Fórmula 1 do passado e do presente marcaram o 20º aniversário da morte do brasileiro Ayrton Senna nesta quinta-feira no circuito italiano onde o piloto faleceu em 1994.

Centenas de pessoas prestaram suas homenagens com um minuto de silêncio na curva Tamburello às 14h17 (horário local), momento no qual a Williams do tricampeão atingiu o muro enquanto liderava o Grande Prêmio de San Marino.

O novato austríaco Roland Ratzenberger havia morrido no dia anterior, quando bateu durante a etapa classificatória, e os dois continuam sendo as duas últimas fatalidades durante um evento da categoria.

O circuito próximo da cidade de Bolonha foi aberto ao público e há homenagens programadas em Imola, incluindo uma partida de futebol e a nomeação de uma praça, durante os próximos quatro dias.

Uma missa, à qual compareceram os pais de Ratzenberger, foi realizada na noite de quarta-feira.

"É muito comovente para nós, porque faz muito tempo e mesmo assim o amor das pessoas está muito vivo", disse Paula, sobrinha de Senna, representando a família, à TV Reuters.

"Parece que o Ayrton está vivo nos corações das pessoas, então é muito bonito".

Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, os pilotos atuais da Ferrari, assim como Gerhard Berger, ex-colega de Senna na McLaren, estavam entre os presentes na pista, e as mídias sociais foram inundadas de mensagens.

"Acho que Senna estabeleceu o padrão para todos os pilotos, e com certeza foi o melhor de sua geração", disse o bicampeão Alonso.

O Corinthians, time favorito de Senna, entrou em campo com réplicas de seu famoso capacete amarelo, verde e preto antes do início de uma partida com o Nacional de Manaus na quarta-feira pela Copa do Brasil.

(Por Alan Baldwin)