Físico de jogadores é primeira preocupação de Felipão

quarta-feira, 7 de maio de 2014 15:00 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO, 7 Mai (Reuters) - Em vez de bola em campo, exames e avaliações físicas e médicas. Assim será o início da preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, diante de uma preocupação do técnico Luiz Felipe Scolari com o condicionamento dos jogadores.

Integrantes importantes da equipe sofreram lesões nos últimos meses antes da Copa, incluindo Neymar, Oscar e Thiago Silva, e há outros atletas com um histórico de contusões na carreira, mais notadamente Fred. Além disso, o técnico quer ter certeza de que os jogadores terão o período adequado de recuperação após o encerramento da temporada europeia.

"Vou dar ênfase nos primeiros dias a testes, junto com departamento físico e médico, e a partir desses testes nós vamos desenvolver um trabalho em conjunto em que a gente possa colocar esses jogadores no melhor de sua condição", disse o técnico, que vai reunir a equipe a partir de 26 de maio na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Principal nome da seleção e peça-chave para que o Brasil possa conquistar o título mundial em casa, Neymar sofreu duas contusões em sua primeira temporada no Barcelona. Atualmente o jogador está afastado devido a uma lesão no pé esquerdo e pode não voltar a jogar mais na temporada.

Oscar, outro componente fundamental do time de Felipão, desfalcou o Chelsea nas últimas partidas devido a contusões nos dois tornozelos, enquanto o capitão da seleção, Thiago Silva, têm disputado os últimos jogos do PSG com uma máscara após ter sofrido uma fratura no rosto.

Outro motivo de preocupação do treinador é com o período de descanso entre o fim dos jogos dos atletas por seus clubes na Europa e o início da preparação para o Mundial. Dos 23 convocados, 18 são de times europeus.

O lateral-esquerdo Marcelo, por exemplo, vai defender o Real Madrid na final da Liga dos Campeões apenas dois dias antes da data marcada para a apresentação da seleção. Felipão já adiantou que deve conceder um tempo maior de descanso para o jogador.

O treinador também pode poupar alguns jogadores nos dois amistosos do Brasil antes da estreia na Copa, contra o Panamá, no dia 3 de junho, em Goiânia, e diante da Sérvia, no dia 6, em São Paulo, para não correr riscos.

"Algumas correções serão feitas. Os jogos amistosos também serão no sentido de deixarmos os jogadores nas melhores condições. Se entendermos que alguns jogadores não poderão jogar os amistosos, a gente não vai colocar não, vamos trabalhar para a Copa com inteligência e planejamento", afirmou o treinador.

A seleção brasileira estreia na Copa do Mundo em 12 de junho, contra a Croácia, em São Paulo, e depois enfrentará México e Camarões, nos dias 17 e 23 do mês que vem, em Fortaleza e Brasília.