8 de Maio de 2014 / às 15:48 / 3 anos atrás

Goetze é o homem versátil com a missão de dar fim à seca alemã

Por Karolos Grohmann

BERLIM, 8 Mai (Reuters) - O meia Mario Goetze viu sua reputação e carreira estourarem nos últimos quatro anos, conquistando títulos alemães e se tornando a arma secreta do técnico Joachim Loew.

A Copa do Mundo de 2010 chegou cedo demais para o jogador, que tinha 21 anos, mas desde então ele vem deslumbrando espectadores com seu jogo versátil e criativo.

Ele venceu dois campeonatos alemães pelo Borussia Dortmund, incluindo a conquista dupla com a Copa da Alemanha em 2012, e ajudou a equipe a chegar à final da última final da Liga dos Campeões da Europa.

As atuações do meia lhe valeram uma transferência em julho passado para o Bayern de Munique, onde já assegurou o Campeonato Alemão da atual temporada e ainda tem outro troféu ao alcance, o da Copa da Alemanha.

O crescimento de Goetze na seleção tem sido igualmente espetacular, com Loew optando por vezes em utilizar o meia como seu único atacante.

E Goetze parece ser a melhor representação do que Loew tem lutado para conquistar.

O treinador, que na Copa de 2010 convocou a seleção alemã mais jovem em 76 anos, tem se esforçado para tornar sua seleção ainda mais ofensiva, rápida e envolvente.

São as mesmas virtudes presentes na forma audaciosa de Goetze jogar, com sua habilidade de marcar gols a partir de qualquer posição.

Com os atacantes Mario Gomez e Miroslav Klose se recuperando de lesões durante a maior parte da temporada e o meia Mesut Ozil passando por um período de má-forma, Goetze parece certo como a principal força do ataque alemão na Copa.

Foi exatamente o papel que desempenhou na vitória da Alemanha por 1 x 0 contra o Chile, no amistoso em março. Goetze ficou sob os holofotes para salvar um apagado time alemão de um vexame diante das vaias de seus torcedores.

Goetze tem apresentado uma atuação igualmente notável pelo Bayern na atual temporada, formando uma ótima dupla de ataque com o companheiro de seleção Thomas Muller.

Somando-se à equação o meia Marco Reus, Goetze fica livre para demonstrar todo seu talento ofensivo, tendo ao seu dispor dois meias que constantemente trocam de posição entre si e podem causar grandes estragos ao receber passes e lançamentos do jovem meia.

"Nós não deveríamos nos ater a posições específicas" , disse Goetze no ano passado. "Somos flexíveis e precisamos apenas ocupar os espaços."

É exatamente esse tipo de jogo que Loew, em busca da primeira conquista internacional da Alemanha desde a Eurocopa de 1996, quer ver no Brasil, com seus jogadores trocando de posições, modificando o eixo das jogadas e arrancando para o ataque.

E o técnico alemão não poderia ter encontrado representante melhor para o "belo jogo" alemão do que Mario Goetze.

A Alemanha está junto com Gana, Estados Unidos e Portugal no Grupo G.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below