May 8, 2014 / 4:13 PM / 3 years ago

SAIBA MAIS-Conheça a seleção do México

4 Min, DE LEITURA

CIDADE DO MÉXICO, 8 Mai (Reuters) - Veja abaixo informações sobre a seleção do México, uma das 32 equipes que vão disputar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Desempenho e prognósticos:

O México chega ao Brasil em 2014 tendo de lidar com o ceticismo dos torcedores em seu país após a péssima campanha nas eliminatórias da Concacaf, que contou com quatro treinadores e alguma ajuda da seleção rival dos Estados Unidos.

A seleção só se classificou na quarta colocação no grupo final da Concacaf e enfrentou a Nova Zelândia na repescagem, porque o Panamá sofreu dois gols nos minutos finais da partida contra os norte-americanos.

O México conseguiu somente duas vitórias em 10 jogos e marcou apenas sete gols na etapa derradeira das Eliminatórias.

Nem mesmo a vitória por 9 x 3 no agregado sobre a frágil Nova Zelândia na repescagem foi capaz de esconder os pontos fracos da equipe mexicana.

Culpado pelo má campanha, o treinador José Manuel de la Torre foi demitido em setembro. Na sequência, Luis Fernando Tena durou apenas um jogo, e Victor Vucetich, só duas partidas, antes que Miguel Herrera, o quarto técnico, fosse contratado especificamente para classificar a equipe na repescagem.

Não bastasse tudo isso, o México ainda foi eliminado da Copa Ouro pelo Panamá nas semifinais e não passou da fase de grupos da Copa das Confederações em junho no Brasil.

Ainda permanece um mistério: saber se o México vai, enfim, dar liga sob comando de Herrera.

Com uma população ávida por futebol (são cerca de 100 milhões de mexicanos) e um dos campeonatos mais ricos do mundo, o México ainda é visto como uma seleção que não vai longe em Copas do Mundo, tendo sido eliminada nas oitavas de final das últimas cinco edições.

Técnico: Miguel Herrera

O treinador, de 46 anos, foi o quarto comandante da seleção do México na turbulenta campanha nas eliminatórias da Concacaf, e aquele que ficou como o responsável pela dura classificação.

Ex-zagueiro, Herrera jogou 14 partidas pela seleção de seu país, tendo feito parte da equipe que foi vice-campeã da Copa América em 1993, perdendo para a Argentina.

Ele virou treinador em 2002 e assumiu cinco clubes diferentes ao longo da última década no Campeonato Mexicano. Era, portanto, um andarilho do futebol local até ser campeão com o América, um dos maiores clubes do país.

Herrera substituiu Victor Vucetich com a dura missão de classificar o México para a Copa, diante da Nova Zelândia. A seleção acabou tirando de letra e goleou a equipe da Oceania duas vezes: 5 x 1 e 4 x 2.

Jogador-chave: Javier Hernández

O talento do astro do Manchester United, de apenas 25 anos, vem de berço: seu pai e seu avô também defenderam as cores do México. Hoje, Hernández é a principal arma do ataque mexicano.

Ele estreou em 2009 e marcou duas vezes na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Um ano mais tarde, foi eleito o jogador mais valioso da Copa Ouro, marcando sete gols no torneio.

Primeiro mexicano a jogar no Manchester United, Hernández assumiu a responsabilidade nas duras Eliminatórias e fez cinco gols, mesmo sem atravessar boa fase --ele se queixava de não receber chances em Old Trafford.

Histórico em Copas do Mundo:

Participações: 14 (1930, 1950, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1978, 1986, 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010)

Melhor campanha: Quartas de final (1970 e 1986, anos em que o México foi o país-sede da Copa)

Por Julian Linden e Brian Homewood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below