Operário da Arena Pantanal morre após sofrer descarga elétrica

quinta-feira, 8 de maio de 2014 17:53 BRT
 

SÃO PAULO, 8 Mai (Reuters) - Um operário morreu nesta quinta-feira após sofrer uma descarga elétrica enquanto trabalhava nas obras da Arena Pantanal, em Cuiabá, um dos 12 estádios que receberá partidas do Mundial, informou a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo do Mato Grosso.

Segundo a assessoria de imprensa do órgão, o trabalhador era empregado do consórcio que cuida da área de telecomunicações do estádio e usava todos os equipamentos de segurança no momento do acidente. A perícia estava no local para investigar a causa do acidente e as obras foram temporariamente paralisadas.

Muhammad-Ali Maciel Afonso, 32, era funcionário da empresa Etel, integrante do consórcio C.L.E., responsável pelos trabalhos nas áreas elétrica e de telecomunicações do estádio, que tem previsão de receber quatro jogos da primeira fase do torneio.

Ele morreu enquanto trabalhava no nível 20 do Setor Leste do estádio.

Em nota, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou "lamentar profundamente" a morte do trabalhador e se solidarizou com seus familiares, amigos e companheiros de trabalho. O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, se disse "triste" com a morte de Maciel Afonso em sua conta na rede social Twitter.

"Meus pensamentos estão com a sua família e colegas", escreveu o dirigente.

Em nota, a Secopa do Mato Grosso declarou-se "consternada" com a morte do operário, e disse que ele foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

"A Secopa-MT lamenta o triste episódio, ocorrido já às vésperas da inauguração da Arena Pantanal e depois de todo o período de construção sem nenhuma ocorrência de acidente grave ou médio na obra", afirma a nota.

O Ministério Público do Trabalho do Mato Grosso disse que investigará o caso e que "serão adotadas todas as providências cabíveis à instituição e que, caso seja verificada a omissão das empresas no que concerne às obrigações de fornecer e fiscalizar o uso dos equipamentos de proteção e de garantir um meio ambiente de trabalho seguro, tomará as medidas que se fizerem necessárias administrativa e/ou judicialmente".   Continuação...

 
Vista aérea da Arena Pantanal em Cuiabá. 24/04/2014 REUTERS/Joel Marcos