Romney e Obama lutam por vantagem nos últimos dias de campanha

sábado, 3 de novembro de 2012 16:47 BRST
 

Por Patricia Zengerle

NEWINGTON, New Hampshire, 3 Nov (Reuters) - O republicano Mitt Romney e o presidente Barack Obama atravessaram o país no sábado, numa última tentativa de arrancar a vitória em um punhado de Estados que vão decidir a eleição presidencial da próxima terça-feira.

"Faltam três dias! Faltam três dias!" gritava a multidão de cerca de 2 mil pessoas reunidas num comício em New Hampshire, de manhã cedo, enquanto Romney pressionava seus partidários a convencerem seus vizinhos que têm cartazes de apoio a Obama nas suas casas, a mudarem de ideia.

Em um editorial no Wall Street Journal, Romney afirmou que ele faria um trabalho melhor do que Obama para superar divisões partidárias em Washington.

"Depois de quatro anos de decepções, é preciso uma nova direção para consertar os problemas da América", escreveu ele.

Obama, que passou grande parte da semana supervisionando os esforços para ajudar na recuperação dos Estados afetados pela tempestade Sandy, recebeu um briefing no centro de operações de gerenciamento de emergências, em Washington, antes de retomar sua campanha.

"Não há nada mais importante do que fazer isso direito," disse Obama em relação à ajuda emergencial, antes de voar para Ohio, para um comício.

A catástrofe climática aumentou a expectativa para que ele mostre como a sua administração reage de maneira rápida e eficaz, em situações de crise, enquanto moradores de Nova York e Nova Jersey reagem com frustração à falta de energia e de gasolina.

"Ele está focado nisso o tempo todo, e não está no palco, falando," disse a porta-voz da campanha de Obama, Jen Psaki, aos repórteres, a bordo do Air Force One.   Continuação...