No discurso de vitória, Obama volta ao tema da esperança

quarta-feira, 7 de novembro de 2012 08:50 BRST
 

Por Jeff Mason e Eric Johnson

CHICAGO, 7 Nov (Reuters) - A multidão era menor do que há quatro anos e o local era fechado, mas a festa da reeleição do presidente dos EUA, Barack Obama, na madrugada desta quarta-feira, teve o mesmo tema da noite da eleição em 2008, a esperança.

Apesar das dificuldades econômicas que ofuscaram o brilho de ser o primeiro presidente negro dos EUA, Obama derrotou o republicano Mitt Romney em uma corrida ferrenha pela Casa Branca e comemorou com confetes, abraços e uma promessa de representar todos os norte-americanos.

"Hoje, apesar de todas as dificuldades por que passamos, apesar de todas as frustrações de Washington, eu nunca tive mais esperança sobre o nosso futuro", disse Obama. "Eu nunca estive mais esperançoso sobre a América. E peço a vocês que sustentem essa esperança", disse ele a uma multidão em Chicago, sua cidade natal.

Obama ganhou a Presidência em 2008 fazendo campanha com os temas "esperança" e "mudança". Mas, exceto nas semanas finais da campanha, ele evitou essas palavras-chave durante a busca pela reeleição em 2012, diante dos ataques republicanos a sua administração econômica e outras questões.

Com a vitória robusta, esses ataques --pelo menos de Romney-- agora acabaram. O presidente adotou um tom conciliatório em relação ao adversário em suas declarações.

"Podemos ter lutado ferozmente, mas é só porque nós amamos este país profundamente e nos preocupamos muito sobre o seu futuro", disse. "Nas próximas semanas, eu também espero sentar com o governador Romney para falar sobre onde podemos trabalhar juntos para levar este país para frente."

Em 2008, Obama falou para uma multidão de cerca de 240.000 pessoas no Grant Park de Chicago, marcando sua vitória histórica sobre o republicano John McCain. Este ano, ele escolheu um centro de convenções, o McCormick Place, com capacidade para 18.000 pessoas.

A capacidade do local não foi a única mudança em relação a quatro anos atrás. As filhas de Obama estão bem maiores, o cabelo do presidente ficou grisalho, e o aspecto histórico de sua eleição foi menos acentuado do que em 2008. A multidão, no entanto, estava tão entusiasmada como há quatro anos.   Continuação...

 
Presidente dos EUA, Barack Obama, faz discurso durante comício de vitória após ganhar um segundo mandato para a Casa Branca, em Chicago. 07/11/2012 REUTERS/Jim Bourg