7 de Novembro de 2012 / às 13:17 / em 5 anos

Colorado e Washington legalizam uso recreativo da maconha

Homem acende cigarro de maconha em manifestação pró-maconha, na Universidade de Colorado. Colorado e Washington se tornaram os primeiros Estados norte-americanos a legalizar a posse e a venda de maconha para uso recreativo, na terça-feira, desafiando a legislação federal e provavelmente abrindo caminho para um confronto com o governo de Barack Obama. Foto de Arquivo. 20/04/2012 REUTERS/Rick Wilking

Por Keith Coffman e Nicole Neroulias

DENVER/SEATLE, 7 Nov (Reuters) - Colorado e Washington se tornaram os primeiros Estados norte-americanos a legalizar a posse e a venda de maconha para uso recreativo, na terça-feira, desafiando a legislação federal e provavelmente abrindo caminho para um confronto com o governo de Barack Obama.

Mas uma outra proposta para descriminalizar a posse pessoal e cultivo de maconha para uso recreativo foi derrotada no Oregon, onde significativamente menos dinheiro foi dedicado à campanha pela causa.

Os defensores da emenda constitucional legalizando a maconha no Colorado foram os primeiros a declarar vitória, e os adversários reconheceram a derrota, após contagens mostrando a aprovação da medida com quase 53 por cento dos votos a favor, ante 47 por cento contra.

“O Colorado não terá mais leis que orientam as pessoas para o uso de álcool, e os adultos estarão livres para usar maconha ao invés, se isso é o que eles preferem. E nós seremos uma sociedade melhor por causa disso”, disse Mason Tvert, co-diretor da campanha pró-legalização no Colorado.

A Drug Policy Alliance, um grupo nacional que apoiou a iniciativa, disse que os resultados em Washington e Colorado refletem o crescente apoio nacional para leis sobre a liberalização da maconha, citando uma sondagem do instituto Gallup, feita no ano passado, segundo a qual 50 por cento dos norte-americanos eram favoráveis à legalização, ante 46 por cento contra.

Os defensores da legalização no Estado de Washington declararam vitória após o Seattle Times e outros meios de comunicação terem projetado uma vitória para os grupos favoráveis à mudança da lei.

Resultados iniciais mostraram vantagem de 55 por cento dos votos a favor ante 44 por cento para a oposição, com cerca de 60 por cento dos votos computados no sistema eleitoral estadual.

Os resultados do Colorado e de Washington, que já têm leis que legalizam a maconha para fins médicos, colocam os dois Estados em situação de conflito com o governo federal, que classifica a maconha como um narcótico ilegal.

O Departamento de Justiça dos EUA reagiu à aprovação da medida no Colorado dizendo que as políticas de aplicação da lei permanecem inalteradas, acrescentando: “Estamos revisando a iniciativa eleitoral e não temos nenhum comentário adicional neste momento”.

Separadamente, medidas para o uso medicinal da maconha foram votadas em três outros Estados, incluindo Massachusetts, onde a CNN informou que os eleitores aprovaram uma iniciativa para permitir o uso da maconha para fins medicinais.

Os defensores da medida no Estado emitiram um comunicado declarando vitória para o que descreveram como “a lei mais segura de maconha medicinal no país”. Dezessete outros Estados, mais o Distrito de Columbia, já têm leis sobre uso de maconha medicinal aprovadas.

No âmbito das medidas para o uso recreativo da maconha no Colorado e Washington, a posse pessoal de até uma onça (28,5 gramas) de maconha será considerada legal para qualquer um com pelo menos 21 anos de idade. Os Estados também vão permitir que a maconha seja vendida legalmente e tributadas em estabelecimentos licenciados pelo Estado, em um sistema modelado a partir de um regime que muitos Estados têm para venda de álcool.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below