Banco do Brasil tem queda de 6% no lucro do 3o tri

quinta-feira, 8 de novembro de 2012 08:03 BRST
 

SÃO PAULO, 8 Nov (Reuters) - O Banco do Brasil sofreu uma queda de 5,7 por cento no lucro do terceiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado, em meio a um aumento de índice de inadimplência e de provisões para perdas com crédito.

O maior banco do país divulgou lucro líquido de 2,728 bilhões de reais nos três meses encerrados em setembro. O resultado também ficou abaixo dos 3,01 bilhões de reais registrados no segundo trimestre.

Em termos ajustados, o BB teve lucro de 2,657 bilhões de reais no período, alta de 3,3 por cento sobre o terceiro trimestre de 2011, mas recuo de 11 por cento na comparação com o segundo trimestre deste ano.

Analistas estimavam, em média, lucro recorrente de 2,636 bilhões de reais para o banco no terceiro trimestre. Não ficou imediatamente claro se os números são comparáveis com o resultado ajustado.

A instituição apurou uma receita de intermediação financeira 17 por cento menor no trimestre na comparação anual, de 25,08 bilhões de reais, em meio aos esforços do governo para redução de juros do sistema financeiro brasileiro e aumento do crédito.

O banco registrou provisão para perdas com crédito de 3,76 bilhões de reais no terceiro trimestre, aumento de 15,5 por cento sobre um ano antes e de 2,4 por cento em relação os três meses encerrados em junho.

O aumento da reserva veio junto com um crescimento do índice de inadimplência de operações de crédito vencidas há mais de 90 dias, que subiu de 2,11 por cento no terceiro trimestre de 2011 para 2,17 por cento nos três meses até setembro.

Apesar do aumento nos calotes, a instituição encerrou o trimestre com aumento de 20,5 por cento na carteira de crédito ampliada, para 532,3 bilhões de reais. Sobre o trimestre anterior, a alta foi de 4,7 por cento.

O BB fechou setembro com ativos totais de 1,104 trilhão de reais, crescimento de 16,2 por cento em relação a um ano antes.

(Por Alberto Alerigi Jr.)