Senadores retomam conversas sobre o plano de reforma da imigração dos EUA

domingo, 11 de novembro de 2012 15:59 BRST
 

11 Nov (Reuters) - Dois importantes senadores norte-americanos estão retomando as negociações bipartidárias sobre a reforma da imigração dos EUA, que incluirá um caminho para a cidadania para os imigrantes ilegais que já estão no país, disse o senador Charles Schumer, neste domingo.

Em uma aparição no programa da NBC "Meet the Press", o democrata Schumer disse que tem conversado com o senador republicano Lindsey Graham e eles concordaram em retomar as negociações que começaram dois anos atrás.

"E eu acho que nós temos uma excelente chance usando este projeto para que algo seja feito neste ano. O Partido Republicano aprendeu que ser ... anti-imigrante não funciona para eles politicamente. E eles sabem disso", afirmou Schumer.

O presidente Barack Obama, reeleito na semana passada com o esmagador apoio dos eleitores hispânicos, em 2010 chamou a proposta apresentada por Graham e Schumer de um "quadro promissor" na reforma da imigração. Mas o plano nunca saiu do papel.

O apoio a Obama entre os hispânicos foi de cerca de 66 por cento na eleição, de acordo com dados de pesquisas de opinião da Reuters/Ipsos.

Há uma estimativa de 12 milhões de imigrantes ilegais nos Estados Unidos, a maioria hispânicos.

O plano de Graham e Schumer tem quatro componentes: a requisição de documentos de identidade de alta tecnologia e à prova de fraude para assegurar que trabalhadores ilegais não consigam trabalho, reforçar a segurança das fronteiras e a aplicação das leis de imigração, a criação de um processo de admissão de trabalhadores temporários, e implementação de um caminho para o status legal para os imigrantes que já estão no país.

Schumer disse que o plano abrange "um caminho para a cidadania que é justo, que diz que você tem que aprender Inglês, você tem que ir para o final da fila, você tem que ter um trabalho, e você não pode cometer crimes."

O presidente da Câmara dos Deputados, John Boehner, principal republicano no Congresso, disse na sexta-feira que o sistema de imigração os EUA está quebrado, e que Obama deveria assumir a liderança. Boehner disse que está confiante que os republicanos poderiam encontrar um lugar comum com o presidente.

A administração Obama anunciou em junho que iria flexibilizar as regras de deportação dos Estados Unidos para que muitos jovens imigrantes ilegais que chegaram aos Estados Unidos quando crianças possam permanecer no país e trabalhar.

(Reportagem de Will Dunham)

 
Senador norte-americano, Charles Schumer, fala durante segundo dia da Convenção Nacional Democrata em Charlotte, Carolina do Norte. Dois importantes senadores norte-americanos estão retomando as negociações bipartidárias sobre a reforma da imigração dos EUA, que incluirá um caminho para a cidadania para os imigrantes ilegais que já estão no país, disse o senador Charles Schumer. 05/09/2012 REUTERS/Jason Reed