BP planeja recompra de ações de até US$ 5,9 bi--jornal

domingo, 18 de novembro de 2012 13:40 BRST
 

LONDRES, 18 Nov (Reuters) - A petrolífera BP planeja gastar até 3,7 bilhões de libras esterlinas (5,9 bilhões de dólares) em uma recompra de suas ações, depois de concordar na semana passada com o pagamento recorde de multa pelo desastre da sonda Deepwater Horizon, disse o jornal britânico Sunday Times no domingo em uma reportagem sem fontes.

A BP disse na quinta-feira que pagará 4,5 bilhões de dólares para resolver acusações civis e criminais sobre a explosão da plataforma em abril de 2010 no Golfo do México, que matou 11 trabalhadores e provocou o pior desastre de vazamento de petróleo offshore dos EUA.

O acordo significa que a BP não terá mais que enfrentar acusações criminais nos EUA, mas deverá ter de pagar mais para resolver ações cíveis.

A companhia pode enfrentar uma pena de até 21 bilhões de dólares se considerada culpada por negligência, acusação grave sob a legislação dos EUA, em um julgamento marcado para começar em fevereiro, embora a empresa tenha destinado apenas 3,5 bilhões de dólares para o caso.

Mas a companhia de petróleo britânica acredita que poderia seguramente gastar até 3,7 bilhões de libras para recomprar seus papéis, que valem em torno de um terço a menos do que antes do desastre, disse o Sunday Times, acrescentando que a recompra poderá ocorrer no início do próximo ano.

Um porta-voz da BP se recusou a comentar o assunto.

A BP vai ganhar 12,3 bilhões de dólares em dinheiro em um acordo feito em outubro para vender sua participação na TNK-BP para a russa Rosneft, dando-lhe margem para devolver o dinheiro aos investidores, embora analistas digam que ela pode ter que esperar até que seu litígio sobre o vazamento de petróleo seja resolvido.