Grã-Bretanha reconhece coalizão síria de oposição

terça-feira, 20 de novembro de 2012 12:33 BRST
 

LONDRES, 20 Nov (Reuters) - A Grã-Bretanha reconheceu oficialmente a incipiente Coalizão Nacional Síria, disse nesta terça-feira o secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, conferindo ao grupo oposicionista um grau de legitimidade que poderia facilitar o acesso a ajuda externa e armamentos.

A coalizão foi formada no início deste mês para unir grupos fragmentados de oposição da Síria que tentam derrubar o presidente Bashar al-Assad.

"O governo de vossa majestade decidiu reconhecer a coalizão nacional da revolução síria e das forças da oposição como o único representante legítimo do povo sírio", disse Hague ao Parlamento.

Na segunda-feira, a União Europeia disse considerar o grupo como "representantes legítimos" do povo sírio.

A França reconheceu o grupo na semana passada e tanto o endosso de Paris como o de Londres aparentam ir além do reconhecimento da União Europeia.

França e Grã-Bretanha, junto com os Estados Unidos, lideraram a campanha militar contra o ex-líder da Líbia Muammar Gaddafi no ano passado e Paris afirmou que analisa a possibilidade de armar os rebeldes sírios.

A Grã-Bretanha sustenta que nenhuma opção está descartada, mas Hague disse ao Parlamento que ainda não foi tomada uma decisão sobre o fornecimento de armas para os rebeldes sírios.

(Reportagem de Mohammed Abbas)