Ronaldo alerta para "instabilidade" na seleção após saída de Mano

sábado, 24 de novembro de 2012 14:46 BRST
 

Por Camila Moreira e Tatiana Ramil

SÃO PAULO, 24 Nov (Reuters) - O ex-atacante Ronaldo mostrou neste sábado ressalvas à demissão do técnico Mano Menezes da seleção brasileira e disse que essa "instabilidade" prejudica a preparação da equipe para a Copa do Mundo.

"Eu não faria desta maneira, mas não estou lá", afirmou o integrante do Comitê Organizador Local da Copa de 2014 a jornalistas durante visita ao autódromo de Interlagos para o GP do Brasil.

"Fiquei surpreso. Não é boa essa instabilidade, mas vamos esperar janeiro para ver", acrescentou.

Mano foi demitido na sexta-feira após dois anos no cargo por decisão do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin. O novo treinador será anunciado no começo de janeiro, segundo a entidade.

Ronaldo trabalhou com Mano Menezes e foi campeão paulista e da Copa do Brasil com o treinador no Corinthians em 2009.

Entre os cotados para assumir a seleção estão Luiz Felipe Scolari, campeão mundial em 2002, Tite, técnico do Corinthians, e Muricy Ramalho, treinador do Santos.

Questionado sobre a possibilidade de Pep Guardiola, ex-técnico do Barcelona, comandar o Brasil, Ronaldo respondeu: "Guardiola é o melhor treinador do mundo hoje, ele mudou a forma de jogar futebol, mas não sei se o povo brasileiro aceitaria um estrangeiro".

O diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, afirmou na sexta-freira ser contra a ideia de um treinador estrangeiro no Brasil.   Continuação...

 
O treinador da seleção brasileira Mano Menezes durante o amistoso contra a Argentina em Buenos Aires. O ex-atacante Ronaldo mostrou neste sábado ressalvas à demissão do técnico Mano Menezes da seleção brasileira e disse que essa "instabilidade" prejudica a preparação da equipe para a Copa do Mundo. 21/11/2012 REUTERS/Martin Acosta