FOCUS-Mercado reduz perspectivas de crescimento e inflação em 2012

segunda-feira, 26 de novembro de 2012 09:09 BRST
 

SÃO PAULO, 26 Nov (Reuters) - O mercado voltou a reduzir pela segunda semana seguida suas perspectivas para o crescimento econômico e para a inflação neste ano, ao mesmo tempo em que manteve a projeção de que a Selic permanecerá na atual mínima histórica de 7,25 por cento pelo menos até o fim de 2013.

Na semana em que o Comitê de Política Monetária (Copom) volta a se reunir para decidir a taxa básica de juros, o mercado continua apostando que não haverá em breve alteração na política monetária. Pesquisa da Reuters mostrou que todos os 60 analistas consultados esperam manutenção da Selic na quarta-feira.

De acordo com a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira, os analistas consultados reduziram sua projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2012 a 5,43 por cento, ante 5,45 por cento na semana anterior.

Para 2013, entretanto, a perspectiva foi ligeiramente elevada e agora prevê que a inflação atinja 5,40 por cento, contra 5,39 por cento anteriormente. Em ambos os casos a inflação permanece longe do centro da meta do governo de 4,5 por cento.

Na semana passada, o IPCA-15, uma prévia da inflação oficial, mostrou desaceleração em novembro a 0,54 por cento, ante 0,65 por cento em outubro. No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA-15 registrou alta de 5,64 por cento.

O movimento do IPCA-15 se deveu principalmente, como esperado, aos preços dos alimentos, embora analistas ainda considerem esse nível alto e falem em cautela devido ao descompasso entre atividade e consumo.

CRESCIMENTO

Sobre a expansão da economia, os analistas reduziram sua perspectiva para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano a 1,50 por cento, ante 1,52 por cento na semana anterior.

Para 2013 a expectativa também foi reduzida pela segunda semana seguida, a 3,94 por cento, após previsão de expansão de 3,96 por cento na pesquisa Focus anterior.   Continuação...