Governo vai revisar atos de investigados pela operação da PF

segunda-feira, 26 de novembro de 2012 19:52 BRST
 

Por Jeferson Ribeiro e Ana Flor

BRASÍLIA, 26 Nov (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff determinou que todos os atos assinados pelos servidores investigados na operação Porto Seguro, da Polícia Federal, sejam reavaliados pelas sindicâncias abertas por agências reguladoras e pela Advocacia-Geral da União (AGU) numa operação "pente fino", disse nesta segunda-feira a assessoria de imprensa da AGU.

A informação havia sido antecipada por uma fonte do governo à Reuters mais cedo.

Essa fonte, que pediu para não ter seu nome revelado, afirmou ainda que o governo considera o caso "encerrado" e disse ter certeza de que as pessoas denunciadas pela PF não tiveram envolvimento direto com as regras para concessões de aeroportos, cujo leilão foi em janeiro deste ano, e com o pacote de investimentos em portos, que será anunciado no dia 6 de dezembro.

Segundo a AGU, "todos os procedimentos consultivos (pareceres) da Anac, Antaq e ANA, principalmente aqueles cujos temas estejam relacionados às áreas de atuação dos servidores presos ou intimados pela Justiça" serão alvo do pente fino determinado pela presidente.

Em 15 dias, a AGU também pretende regulamentar "as demandas externas que a instituição recebe, inclusive de órgãos públicos", segundo a assessoria. Atualmente, só há regulamentação para pedidos do setor privado.

A possível participação dos servidores investigados no processo de privatização dos aeroportos é um dos pontos citados pela oposição no Congresso para exigir explicações de membros do governo.

A operação Porto Seguro foi deflagrada na sexta-feira e investiga o envolvimento de servidores do Executivo e de agências reguladoras num esquema para obter pareceres técnicos fraudulentos que seriam vendidos a empresas interessadas.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão em órgãos do governo federal e inclusive no escritório da Presidência da República em São Paulo e deteve três pessoas.   Continuação...