Carros-bomba deixam ao menos 20 mortos em Damasco

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 09:04 BRST
 

BEIRUTE, 28 Nov (Reuters) - Dois carros-bomba mataram ao menos 20 pessoas em um bairro da capital síria, Damasco, que é controlado por aliados do presidente Bashar Al-Assad, disseram ativistas e a mídia síria nesta quarta-feira.

Os carros explodiram pouco depois das 6h40 da manhã (2h40 no horário de Brasília) no bairro de Jaramana, no leste, onde vivem muitos membros da minoria druza e também cristãos, que fugiram da violência em outras regiões.

A agência de notícias estatal Sana descreveu os ataques como "explosões terroristas", termo utilizado principalmente para os ataques dos rebeldes muçulmanos sunitas que lutam para derrubar Assad, um membro da minoria síria alauíta, que é ligada ao islamismo xiita.

A Sana disse que os carros-bomba causaram sérios danos a edificações, além dos mortos e feridos. Duas bombas menores também explodiram em Jaramana mais ou menos ao mesmo tempo.

A emissora de TV Addounia exibiu imagens de bombeiros apagando as chamas nos dois veículos. Destroços de construções vizinhas destruíram vários outros carros ao redor.

Segundo o canal, um repórter que estava no local do incidente disse que ao menos 20 pessoas morreram.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo da oposição que monitora a violência ao longo dos 20 meses de revolta na Síria, disse que 29 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

(Reportagem de Dominic Evans)

 
Explosões deixaram ao menos 20 mortos na capital síria nesta quarta-feira. 28/11/2012 REUTERS/Sana