Zico deixa seleção do Iraque

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 09:38 BRST
 

Por Brian Homewood

RIO DE JANEIRO, 28 Nov (Reuters) - Zico deixou a seleção do Iraque na terça-feira, após pouco mais de um ano no cargo, afirmando que a federação de futebol do país não cumpriu os termos do contrato.

A saída do treinador brasileiro acontece enquanto o Iraque ainda luta por uma vaga na Copa do Mundo de 2014.

"Venho por meio do meu site informar que... enviei comunicação oficial à Fifa, entidade máxima do futebol mundial, e à IFA, que é a associação iraquiana de futebol, declarando que considero meu contrato rescindido por descumprimento da IFA", disse Zico em seu site (www.ziconarede.com.br)

"Em breve prestarei mais esclarecimentos", acrescentou.

O Iraque está em 3o lugar no Grupo B na quarta fase das eliminatórias asiáticas para a Copa de 2014, com cinco pontos em cinco jogos, atrás da 2a colocada Austrália apenas no saldo de gols. O Japão lidera com 13 pontos.

Os dois primeiros colocados se classificam diretamente para o Mundial no Brasil, enquanto o terceiro colocado vai para a repescagem.

Zico estreou pela seleção do Iraque contra a Jordânia, em setembro, no ano passado. Ele comandou a equipe em 21 jogos, com 10 vitórias e seis empates. A maioria dos jogos da equipe foi realizada em Doha, por questões de segurança.

Zico levou o Japão ao Mundial de 2006, na Alemanha, e foi campeão da Copa Asiática em 2004 no comando da seleção japonesa. Depois, ele treinou o time turco Fenerbahçe, chegando uma vez às quartas de final da Liga dos Campeões, e o clube grego Olympiakos.

(Por Brian Homewood)

 
Técnico do Iraque, Zico, gesticula durante amistoso contra o Catar, em Doha. Zico deixou a seleção do Iraque na terça-feira, após pouco mais de um ano no cargo, afirmando que a federação de futebol do país não cumpriu os termos do contrato. 07/11/2012 REUTERS/Fadi Al-Assaad