BCs da zona do euro podem rolar seus títulos gregos--documento

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 09:44 BRST
 

BRUXELAS, 28 Nov (Reuters) - Os bancos centrais da zona do euro podem decidir rolar seus portfólios de dívida grega para reduzir em 5,6 bilhões de euros a quantia que os governo precisam fornecer a Atenas até 2016, de acordo com um documento obtido pela Reuters.

Tal ação cortaria o valor para 2 bilhões de euros, ante 7,6 bilhões de euro, mostrou o documento que surgiu da reunião dos ministros das Finanças da zona do euro desta semana.

Os credores internacionais --países da zona do euro, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI)-- concordaram na terça-feira com um plano de redução de dívida para Atenas que diminuirá a dívida grega para 110 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022.

Isso ante quase 190 por cento esperados para o ano que vem.

Segundo o documento, a Grécia precisa de 1,8 bilhão de euros em financiamento extra no período entre 2012 e 2014 e outros 5,8 bilhões de euros entre 2015 e 2016 --um total de 7,6 bilhões de euros.

Mas o documento circulou a ideia de que se os 17 bancos centrais nacionais da zona do euro, que juntos formam o Eurosystem, decidirem substituir os títulos gregos que detêm por um novo papel grego quando a dívida vencer, isso pouparia a Grécia de pagar 3,7 bilhões de euros entre 2012-2014 e 1,9 bilhão de euros em 2015-2016.

o documento lista o item de "rolagem de portfólios da ANFA"-- um termo para descrever os portfólios de investimento dos bancos centrais-- em parênteses, sugerindo que isso ainda não foi acordado ou formalizado.

Além disso, o documento nota que as quantias mencionadas são provisórias e estão sujeitas à aprovação dos bancos centrais nacionais.

Não há dados públicos sobre os volumes de dívida grega detidos por bancos centrais da zona do euro individualmente.

(Reportagem de Jan Strupczewski)