Para Ronaldo, Brasil vive "entressafra" de jogadores

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 14:41 BRST
 

SÃO PAULO, 29 Nov (Reuters) - O ex-atacante Ronaldo classificou nesta quinta-feira o atual momento dos jogadores brasileiros como possivelmente o pior da história e disse que o país vive um período de "entressafra" de atletas.

O Brasil não tem representantes entre os três finalistas do prêmio Bola de Ouro de melhor jogador de 2012 e possui apenas cinco jogadores entre os destaques de cada posição na temporada.

Daniel Alves (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Thiago Silva (Paris St Germain) e David Luiz (Chelsea) estão entre os 20 selecionados na defesa, e Neymar, do Santos, aparece como único brasileiro na lista de 15 atacantes. Entre os 15 meio-campistas não há nenhum jogador do país.

"Acho que (a lista) confirma o que eu venho falando. O Brasil vem numa entressafra e é momento de reciclar. Tem um talento, que é o Neymar, mas o futebol brasileiro obviamente não vive um bom momento, talvez o pior da história", disse Ronaldo em entrevista coletiva.

"É um momento de reflexão para o futebol brasileiro, para voltar a ser protagonista no mundo", completou.

Ronaldo esteve no evento em São Paulo onde foram anunciados os três finalistas ao prêmio Bola de Ouro: o argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o espanhol Andrés Iniesta.

Os três atuam na Espanha: Messi e Iniesta no Barcelona, e Cristiano Ronaldo no Real Madrid. Ronaldo elogiou o modo de jogar da seleção espanhola, campeã do mundo em 2010 e da Eurocopa de 2008 e 2012.

"A Espanha tem mostrado um futebol envolvente, ofensivo", afirmou o ex-jogador do Brasil, campeão mundial em 1994 e 2002 e maior artilheiro de Copas do Mundo, com 15 gols.

A seleção brasileira, por outro lado, passa por um momento conturbado e acaba de substituir o técnico Mano Menezes pelo campeão de mundial de 2002 Luiz Felipe Scolari.   Continuação...

 
Da esquerda para a direita: Secretário-geral da Fifa Jerome Valcke, ex-artilheiro e membro do comitê de organização da Copa do Mundo Ronaldo, a jogadora de futebol Marta Vieira da Silva e o presidente da Fifa, Joseph Blatter e o diretor-geral do L'Equipe François Moriniere, em coletiva de imprensa que anunciou os nomeados à Bola de Ouro de 2012 em São Paulo. O ex-atacante Ronaldo classificou nesta quinta-feira o atual momento dos jogadores brasileiros como possivelmente o pior da história e disse que o país vive um período de "entressafra" de atletas. 29/11/2012 REUTERS/Paulo Whitaker