Após longo exílio, líder do Hamas visita Gaza

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 13:29 BRST
 

Por Nidal al-Mughrabi e Marwa Awad

GAZA, 7 Dez (Reuters) - O líder do Hamas, Khaled Meshaal, pôs fim a décadas de exílio da terra palestina nesta sexta-feira com uma triunfal primeira visita à Faixa de Gaza, a qual evidenciou a crescente confiança do grupo islâmico após a seu mais recente conflito com Israel.

Depois de passar pela fronteira egípcia, Meshaal ajoelhou-se, tocou o chão com a testa e fez uma oração de agradecimento. Ele foi então saudado no por dezenas de dirigentes de várias facções políticas rivais.

Meshaal vai passar apenas 48 horas no enclave costeiro e participar de um comício no sábado, anunciado como uma comemoração do 25º aniversário da fundação do Hamas e da "vitória" (sobre Israel) depois dos combates de Novembro.

Israel rejeita a afirmação do Hamas de que venceu o conflito, que deixou cerca de 170 palestinos e seis israelenses mortos.

Falando a jornalistas, Meshaal disse que sua chegada a Gaza foi como um renascimento depois de seu nascimento na Cisjordânia, em 1956, e um outro renascimento, quando escapou de uma tentativa de assassinato por parte de um esquadrão israelense, em 1997.

"Peço a Deus que meu quarto nascimento venha no dia em que nós libertarmos a Palestina", disse ele, claramente emocionado com a recepção, com policiais fardados rompendo fileiras para tentar beijar sua mão.

"Hoje é Gaza. Amanhã será Ramallah e Jerusalém, depois, em seguida, Haifa e Jafa", disse ele. Ramallah fica na Cisjordânia, enquanto as duas últimas cidades, que têm grandes populações árabes, estão no atual Estado de Israel.

Mais tarde, ainda nesta sexta-feira, ele iria visitar a casa do fundador do Hamas, xeque Ahmed Yassin, assassinado por Israel em 2004, bem como a do comandante militar do grupo, Ahmed Al-Jaabari, que foi morto em um ataque aéreo israelense semelhante no mês passado.   Continuação...

 
Palestinos do braço armado do movimento Hamas patrulham rua à espera da chegada do líder do Hamas, Khaled Meshaal, no sul da Faixa de Gaza. Meshaal, vai pisar no território palestino nesta sexta-feira pela primeira vez em 45 anos para um "comício da vitória" na Faixa de Gaza, exibindo a confiança recém-adquirida depois do conflito do mês passado com Israel. 7/12/2012 REUTERS/Mohammed Salem