Enfermeira que recebeu trote telefônico sobre Kate é achada morta

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 18:43 BRST
 

Por Tim Castle

SÃO PAULO, 7 Dez (Reuters) - Uma enfermeira que atendeu um trote no hospital de Londres onde a esposa grávida do príncipe William, Kate, estava sendo tratada de enjoo matinal, foi encontrada morta em um suposto suicídio, disse o hospital na sexta-feira.

A morte aconteceu dias depois de o hospital King Edward VII ter se desculpado por ter sido enganado por uma emissora de rádio australiana e revelado detalhes sobre o estado de Kate que fizeram manchete no mundo todo.

"É com um profundo pesar que confirmamos a morte trágica de um membro de nosso quadro de enfermeiras, Jacintha Saldanha", disse John Lofthouse, executivo-chefe do King Edward, a jornalistas em frente ao hospital londrino.

"Podemos confirmar que Jacintha recentemente foi vítima de um trote ao hospital. O hospital a apoiou durante todo esse momento difícil".

A polícia disse que foi chamada às 21h35 (horário local) por causa de uma mulher encontrada inconsciente em um endereço perto do hospital. A mulher teve a morte pronunciada depois que os paramédicos chegaram.

A polícia disse que a morte foi tratada como inexplicada, mas que não estava atrás de ninguém, indício de que a enfermeira havia tirado a própria vida.

William e Kate, que deixaram o hospital na quinta-feira, disseram que estavam "profundamente entristecidos" com a morte da enfermeira, que era casada e tinha dois filhos.

"Suas Altezas Reais são tratadas de maneira tão admiravelmente bem por todo mundo no Hospital King Edward VII todas as vezes, e seus pensamentos e orações estão com a família, amigos e colegas de Jacintha Saldanha nesta hora muito triste", dizia um comunicado emitido pelo gabinete de William.   Continuação...

 
O príncipe William deixa o hospital King Edward VII com sua mulher Catherine, diquesa de Cambridge, em Londres. A enfermeira que atendeu o trote por telefone no hospital de Londres onde a esposa grávida do príncipe William, Kate, estava internada para tratar de enjoos matinais foi encontrada morta, informou o hospital nesta sexta-feira. 06/12/2012 REUTERS/Andrew Winning