Obama se diz pronto para trabalhar com Republicanos e evitar "abismo fiscal"

sábado, 8 de dezembro de 2012 14:02 BRST
 

Por Mark Felsenthal

WASHINGTON, 8 Dez (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acusado pelo presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, de levar o país para um "abismo fiscal", afirmou neste sábado que está pronto para trabalhar com os congressistas rivais em um plano de entendimento para cortar déficits orçamentários, contanto que ele inclua maiores impostos aos mais ricos.

Obama entrou em confronto com legisladores republicanos sobre como evitar a combinação de grandes aumentos de impostos e cortes de gastos no começo do próximo ano, algo que pode levar a economia do país de volta à recessão.

Em seu discurso semanal no rádio, o presidente renovou seu pedido para que os republicanos elevem a desoneração da classe média e deixem as taxas subirem apenas para os mais ricos. Ele também afirmou querer encontrar maneiras de derrubar os custos da saúde e realizar mais cortes nos programas sociais do governo.

"Podemos e devemos fazem mais do que apenas estender os cortes fiscais para a classe média", afirmou. "Eu estou pronto para trabalhar com os republicanos em um plano que estimule o crescimento econômico, crie empregos e reduza nosso déficit - um plano que dê a ambos os lados um pouco do que eles querem."

Os republicanos têm impedido o aumento de impostos. Segundo eles, isso prejudicará os pequenos empresários e estagnará a economia.

 
O presidente dos EUA, Barack Obama, fala em visita a famílias de classe média em Fairfax County, Virginia, EUA. Obama, acusado pelo presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, de levar o país para um "abismo fiscal", afirmou neste sábado que está pronto para trabalhar com os congressistas rivais em um plano de entendimento para cortar déficits orçamentários, contanto que ele inclua maiores impostos aos mais ricos. 6/12/2012 REUTERS/Larry Downing