Presidente do México cita Petrobras como modelo a seguir

terça-feira, 11 de dezembro de 2012 09:29 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente do México, Enrique Pena Nieto, declarou que a Petrobras é um modelo a ser seguido pelo país e que fazer uma listagem parcial de ações em bolsa de valores da petrolífera estatal Pemex é uma possibilidade.

"O Brasil tem uma estrutura legal que permite criar alianças estratégicas, que é o que estou propondo, uma aliança estratégica com o setor privado", afirmou Nieto à Reuters em entrevista na segunda-feira.

O presidente mexicano se mostrou confiante de que serão aprovadas em 2013 as reformas para reestruturar a Pemex e o regime tributário do país, pilares do programa de crescimento que ele propõe.

"Eu daria um horizonte de um ano para estas reformas", disse Nieto, de 46 anos, na entrevista concedida na Cidade do México.

Quase um terço do orçamento federal do México vêm de receitas do petróleo, que não só está sob grande controle da Pemex. A dependência do petróleo sempre aparece como um dos obstáculos aos esforços para melhorar os rating de crédito do país.

A reforma tributária que Nieto propõe é polêmica porque prevê imposto sobre valor agregado (VAT, em inglês) sobre alimentos e remédios pela primeira vez. Isso pode deflagar uma oposição dentro do próprio Partido Revolucionário Institucional pois afetaria os pobres, que compõem praticamente metade da população mexicana.

A Constituição mexicana estabelece que o direito de exploração do petróleo é do Estado e o novo governo terá de encontrar uma maneira de permitir que investidores privados ajudem a financiar a exploração de óleo sem entregar controle sobre seus recursos naturais.