Merkel comemora acordo bancário na UE, objetivos alemães são atendidos

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 09:22 BRST
 

BERLIM, 13 Dez (Reuters) - A chanceler alemã Angela Merkel comemorou nesta quinta-feira um acordo alcançado por ministros das Finanças da União Europeia para dar ao Banco Central Europeu (BCE) novos poderes para supervisionar bancos da zona do euro e disse que as principais exigências da Alemanha foram atendidas.

Os 27 ministros concordaram nesta quinta-feira em dar ao BCE a autoridade de policiar diretamente ao menos 150 dos maiores bancos da zona do euro e intervir em bancos menores no primeiro sinal de problema.

"A importância do acordo alcançado esta noite sobre as bases legais e principais aspectos de um mecanismo de supervisão para bancos não pode ser estimado... Nós tivemos sucesso em garantir as principais exigências da Alemanha", disse Merkel à câmara baixa do Parlamento, a Bundestag. "Teremos uma separação clara da responsabilidade para política monetária e da supervisão bancária".

A Alemanha estava preocupada com um potencial conflito de interesses entre os papéis do BCE como supervisor e guardião da política monetária. O acordo determina um painel de mediação para resolver disputas com supervisores nacionais.

Berlim também queria manter a supervisão de seus muitos pequenos bancos de poupança e cooperativas, cuja maior parte não ficará sob supervisão direta do BCE segundo o novo acordo, a menos que tenham problemas.

Merkel, que viaja a Bruxelas ainda nesta quinta-feira para uma cúpula de líderes da UE, afirmou que vê boas chances de implementar uma nova taxa sobre transações financeiras envolvendo 11 países membros da zona do euro.

A líder alemã também elogiou os esforços de reforma do governo grego e afirmou esperar que os ministros das Finanças da zona do euro aprovem nesta quinta-feira o pagamento de novos empréstimos ao país.

(Reportagem de Sarah Marsh, Gareth Jones e Madeline Chambers)

 
Chanceler alemã, Angela Merkel, vai à coletiva de imprensa após conversar com presidente do Quirguistão, Almazbek Atambayev, na Chancelaria de Berlim. Merkel comemorou um acordo alcançado por ministros das Finanças da União Europeia para dar ao Banco Central Europeu (BCE) novos poderes para supervisionar bancos da zona do euro. 11/12/2012 REUTERS/Thomas Peter