Candidatos japoneses do PLD fazem apelo final por votos

sábado, 15 de dezembro de 2012 15:27 BRST
 

Por Antoni Slodkowski e Linda Sieg

TÓQUIO, 15 Dez (Reuters) - Os candidatos japoneses fizeram apelos finais neste sábado antes de uma eleição prevista para restaurar o poder ao conservador Partido Liberal Democrata (PLD) e dar ao ex-premiê Shinzo Abe uma segunda oportunidade de comandar a terceira maior economia do mundo.

Uma vitória PLD no domingo daria início a um governo comprometido com uma posição firme sobre a questão territorial com a China, uma política energética pró-nuclear, apesar do desastre do ano passado de Fukushima, e uma receita radical de afrouxamento da política monetária e grande despesa fiscal para vencer a deflação e domar um iene forte.

Pesquisas da mídia sugerem que o PLD deve ganhar uma grande maioria do parlamento de 480 assentos, apenas três anos depois de uma derrota esmagadora que pôs fim a mais de 50 anos de comando quase ininterrupto pelo partido favorável ao setor privado, embora pesquisas ainda mostrem muitos indecisos poucos dias antes da votação.

Juntamente com um aliado pequeno, o PLD de Abe poderá até ganhar a maioria de dois terços necessária para romper um impasse político que tem atormentado os sucessivos governos por meia década.

"Ele realmente se parece mais com uma avalanche do que com um deslizamento de terra", disse Gerry Curtis, professor da Columbia University de Nova York e especialista em Japão veterano.

Abe, 58, que renunciou ao cargo de primeiro-ministro em 2007, após um ano conturbado no cargo, tem falado duramente sobre a questão com as pequenas ilhas no Mar da China Oriental, embora alguns especialistas tenham expectativa de que ele vai mesclar a linha mais dura com o pragmatismo.

Abe também buscará afrouxar os limites de uma Constituição pacifista de 1947 sobre questões militares, assim, o Japão poderá desempenhar um papel maior segurança global.

"Vamos restaurar a firme aliança EUA-Japão e recuperar a nossa força diplomática", disse Abe em discurso para uma multidão, na qual muitas pessoas agitavam a bandeira nacional do Japão, no distrito de Akihabara, Tóquio, um centro de alta tecnologia.   Continuação...

 
Candidatos japoneses fizeram os últimos pedidos por votos antes da eleição de domingo que pode restaurar o poder do Partido Liberal Democrata e trazer de volta o ex-premiê Shinzo Abe ao cargo. 15/12/2012 REUTERS/Yuriko Nakao