Mandela remove pedras da vesícula e se recupera bem, diz governo

sábado, 15 de dezembro de 2012 14:39 BRST
 

JOHANESBURGO, 15 Dez (Reuters) - Nelson Mandela, o ex-presidente sul-africano e vencedor do prêmio Nobel da Paz, hospitalizado aos 94 anos com uma infecção pulmonar, foi submetido com sucesso a um procedimento para retirar pedras da vesícula, informou neste sábado o governo.

"O ex-presidente foi submetido a um procedimento via endoscopia para ter as pedras na vesícula removidas. O procedimento foi um sucesso, e Madiba está se recuperando", disse o gabinete do presidente, Jacob Zuma, em comunicado, usando o nome de clã de Mandela.

O primeiro presidente negro da África do Sul, que chegou ao poder em uma histórica eleição em 1994, após décadas lutando contra o apartheid, ainda é um símbolo de resistência ao racismo e à injustiça no país e em todo o mundo.

Mandela foi internado no Hospital de Pretória no sábado, há uma semana, após ser levado por meios aéreos de seu vilarejo em Qunu, uma remota e rural região da província de Eastern Cape.

Exames revelaram a recorrência de uma infecção pulmonar e que ele desenvolveu pedras na vesícula, informou o governo em comunicado.

Mandela passou 27 anos em prisões do apartheid, incluindo 18 anos em Robben Island, na costa da Cidade do Cabo.

Ele foi libertado em 1990 e prosseguiu usando seu inigualável prestígio para pressionar pela reconciliação entre brancos e negros como fundamento da "Nação Arco-Íris" após o apartheid.

Ele deixou o cargo em 1999, após um mandato, e se afastou da vida pública durante a última década.

Mandela foi internado em um hospital em Johanesburgo em 2011, com problemas respiratórios, e novamente em fevereiro deste ano, por causa de dores abdominais. Ele foi liberado no dia seguinte, depois de um exame não ter encontrado nada de grave.   Continuação...

 
Ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela passa bem após cirurgia para remover pedras na vesícula. 18/07/2012 REUTERS/Siphiwe Sibeko