Corinthians conquista Mundial de Clubes em vitória sobre Chelsea

domingo, 16 de dezembro de 2012 14:38 BRST
 

YOKOHAMA, Japão (Reuters) - Com um gol do peruano Paolo Guerrero aos 24 minutos do segundo tempo, o Corinthians derrotou o inglês Chelsea e conquistou o Mundial de Clubes, neste domingo.

O Chelsea, que sofria pressão para garantir o torneio depois de se tornar o primeiro detentor do título da Liga dos Campeões a ser eliminado na fase de grupos do torneio europeu, perdeu uma série de chances de vencer a final.

"Não importa o quão habilidoso o oponente seja, nossos jogadores têm ritmo, energia e trabalho de equipe para superar", disse Tite, técnico do Corinthians, a repórteres. "Eles têm uma grande telepatia", acrescentou o treinador de 51 anos, que conduziu o time paulista ao título brasileiro em 2011 e à Copa Libertadores no início deste ano.

O êxito corintiano sobre o Chelsea selou uma reviravolta notável depois do rebaixamento do Corinthians no final de 2007. "Contando este torneio e a Libertadores, só sofremos quatro gols em 16 jogos", declarou Tite. "A maneira como administramos a partida foi excelente."

Gary Cahill, expulso no último minuto, Fernando Torres e Victor Moses foram contidos pelas defesas brilhantes do goleiro Cássio, vencedor da Bola de Ouro.

O Corinthians, que se sagrou campeão do mundo pela primeira vez em 2000, pegou o Chelsea de surpresa quando o atacante Guerrero aproveitou um chute de Danilo desviado para o alto pela chuteira de Cahill e cabeceou na cara do gol.

"Estou encantado por ter marcado dois gols", disse Guerrero, autor do gol da vitória de 1 x 0 sobre o egípcio Al-Ahly na semifinal. "Mas é mais importante o Corinthians ser campeão mundial."

"Sabíamos que seria extremamente duro derrotar os campeões europeus, mas demos 100 por cento e mais. Acho que merecemos vencer."

Um último esforço de Torres foi aparado com classe por Cássio, e um gol de cabeça já nos acréscimos foi anulado como impedimento.   Continuação...

 
Capitão do Corinthians Alessandro comemora com jogadores da equipe após time vencer Mundial de Clubes no Japão. 16/12/2012 REUTERS/Toru Hanai