Dilma diz que busca melhorar ambiente de negócios para elevar investimento

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 14:38 BRST
 

BRASÍLIA, 20 Dez (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que seu governo tem trabalhado para melhorar o ambiente de negócios no Brasil, visando desencadear um avanço significativo nos investimentos produtivos.

Durante cerimônia de lançamento de um programa de investimentos em aeroportos, a presidente elencou uma série de medias adotadas por seu governo, como a redução da taxa de juros, a diminuição dos impostos, e afirmou que atualmente o país pratica uma taxa de câmbio "mais realista".

"Eu tenho dito que um dos maiores desafios da economia brasileira é o aumento da competitividade da taxa de investimento", disse a presidente.

"Nós estamos melhorando o ambiente de negócios do Brasil. Temos de desencadear um imenso avanço nos nossos investimentos produtivos, que durante muito tempo tiveram alguns entraves, entraves à nossa competitividade", disse a presidente.

Dilma voltou a lembrar das desonerações realizadas por seu governo para incentivar alguns setores da economia, e reiterou o compromisso de reduzir a carga tributária do país.

"Agora, com os juros caindo, e eu queria reafirmar aqui o nosso objetivo de tornar a carga tributária muito menor no Brasil, nós queremos eliminar a logística cara, ineficiente. Queremos que haja uma estabilidade para que as pessoas invistam."

Dilma disse ainda ter o compromisso de dobrar a renda per capita do Brasil e acrescentou, que para isso, será preciso investir em educação.

No momento em que há impasse no Congresso sobre o veto parcial da presidente à nova regra de distribuição de royalties do petróleo, defendeu que esses recursos sejam usados na educação.

"Dobrar a renda per capita desse país, esse é um desafio que só dá certo se todos nós pegarmos juntos, governos, governadores, prefeitos, empresários, a sociedade como um todo, os movimentos sociais."

O plano anunciado prevê 11,4 bilhões de reais para as concessões dos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, e Confins, em Minas Gerais, e programa de investimento em aviação regional com recursos da ordem de 7,3 bilhões.

(Reportagem de Leonardo Goy)

 
Presidente Dilma Rousseff fala durante cerimônia de lançamento de plano de investimentos de aeroportos, no Palácio do Planalto, em Brasília. 20/12/2012 REUTERS/Fabio Rodrigues-Pozzebom