Americanos entusiastas por armas lotam feiras para comprar rifles de assalto

domingo, 23 de dezembro de 2012 13:35 BRST
 

ALLENTOWN, Pensilvânia/KANSAS CITY, Missouri, 23 Dez (Reuters) - Entusiastas por armas dos EUA lotaram feiras em todo o país, no sábado, para comprar armas de assalto, que eles temem que logo serão proibidas, depois que o massacre de crianças em uma escola em Connecticut levou a discussões exigindo um maior controle sobre armas de fogo no país.

Repórteres da Reuters foram a algumas feiras de armas na Pensilvânia, Missouri e Texas e encontraram longas filas para entrar, multidões ao redor dos quiosques dos revendedores, uma corrida para comprar armas de assalto, mesmo a preços mais altos e com alguns vendedores tendo esgotados seus estoques.

A barraca mais movimentada da feira R.K. Gun & Knife em um centro de exposições perto do aeroporto de Kansas City, Missouri, estava oferecendo armas de assalto perto da entrada.

O revendedor Keith's Guns, de West Plains, Missouri, vendeu todo seu estoque de cerca de 20 rifles de assalto AR-15 em pouco mais de uma hora, disse o dono, Keith Gray.

Uma arma de assalto AR-15 estava entre as armas que as autoridades acreditam que Adam Lanza roubou de sua mãe para usar no massacre de vinte crianças e 6 adultos em uma escola de educação infantil de Newton, Connecticut, no dia 14 de dezembro.

O assassinato de crianças inocentes na escola chocou o país e fez com que vários políticos, incluindo o presidente Barack Obama, exigissem a proibição de armas de assalto e de pentes de munição que permitam o disparo rápido de múltiplos projéteis.

No lugar de aumentar as restrições sobre a posse de armas, o poderoso lobby a favor dos direitos de possuir armas, a National Rifle Association, exigiu a presença de guardas armados em cada escola.

D.R Woody foi um dos que conseguiu comprar uma arma de assalto na feira de Kansas City no sábado. Ele comprou a arma para praticar tiro ao alvo, porque está preocupado que em breve elas sejam proibidas. "Eu não esperava encontrar uma. Nenhuma loja de armas tem essas armas," disse Woody sobre as AR-15.

Arma de assalto é um termo usado normalmente para se referir a armas semiautomáticas ou automáticas que podem disparar múltiplos tiros rapidamente. Entre 1994 e 2004 certos tipos de armas de assalto e pentes de munição com mais de 10 balas eram ilegais.

A proibição expirou enquanto o republicano George W. Bush estava na Casa Branca. O preço das armas de assalto aumentou desde o tiroteio de Connecticut. Na Feira da cidade de Kansas City, Jerome Ratliff comprou um AR-15 para tiro ao alvo, no sábado, por 925 dólares. O mesmo modelo teria custado apenas cerca de 400 dólares há um ano, ele disse. A maioria dos modelos estava sendo vendida por 1.500 dólares ou mais.

(Por Dave Warner e Kevin Murphy)

 
Um comerciante apresenta armas à venda em uma feira em Kansas City, Missouri, EUA. 22/12/2012 REUTERS/Dave Kaup