Cerca de 60 pessoas morrem pisoteadas na Costa do Marfim no Ano Novo

terça-feira, 1 de janeiro de 2013 15:36 BRST
 

ABIDJAN, Costa do Marfim, 1 Jan (Reuters) - Cerca de 60 pessoas foram esmagadas na principal cidade da Costa do Marfim, Abidjan, na madrugada desta terça-feira, após a exibição de fogos de artifício que marca a entrada do Ano Novo, segundo informações do governo local.

Um dos feridos, que falou à Reuters no hospital, disse que forças de segurança foram acionadas para dispersar a multidão, causando pânico e fazendo com que muitas pessoas caíssem e fossem pisoteadas.

"O número preliminar é de 60 mortos e 49 feridos", disse o ministro do Interior, Hamed Bakayoko, em comunicado televisionado em rede nacional.

O presidente Alassane Ouattara, que visitou os feridos no hospital, classificou o incidente como uma tragédia nacional e disse que uma investigação está sendo conduzida para identificar o que ocorreu.

O incidente aconteceu próximo ao estádio de Félix Houphouët-Boigny, onde uma multidão havia se reunido para assistir aos fogos de artifício.

Um correspondente da Reuters relatou ter visto manchas de sangue e calçados abandonados fora do estádio na manhã desta terça-feira.

O incidente foi o pior deste tipo em Abidjan desde 2010, quando uma debandada em um estádio durante uma partida de futebol deixou 18 mortos.

(Por Loucoumane Coulibaly e Alain Amontchi)