REEDIÇÃO-Expansão do setor industrial do Brasil desacelera em dezembro--PMI

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 12:06 BRST
 

(Corrige no 5o parágrafo a data da divulgação da produção industrial de novembro para 4 de janeiro em lugar de 8 de janeiro)

Por Camila Moreira

SÃO PAULO, 2 Jan (Reuters) - O ritmo de expansão do setor industrial brasileiro desacelerou em dezembro, em meio a um aumento moderado nos volumes de pedidos recebidos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada nesta quarta-feira.

Em dezembro, o PMI compilado pelo instituto Markit atingiu 51,1, ante 52,2 em novembro, permanecendo acima da marca de 50 que separa crescimento de retração pelo terceiro mês seguido.

As últimas leituras do PMI corroboram a perspectiva de que a economia brasileira acelerou o passo no quarto trimestre, embora ainda não de forma suficiente para sustentar a perspectiva de que a recuperação veio para ficar.

Um dos segmentos que vinha mostrando maior dificuldade de recuperação devido à crise mundial, a produção industrial voltou a subir em outubro, avançando 0,9 por cento frente a setembro, embora ainda haja sinais de que os investimentos no setor não estão se recuperando.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulga em 4 de janeiro os dados de novembro sobre a produção industrial.

De acordo com o Markit, as indústrias indicaram aumento no volume de entrada de novos trabalhos no mês passado, na terceira alta mensal seguida, em meio a uma demanda mais forte. Entretanto, a taxa foi apenas moderada e mais lenta do que em novembro, quando havia atingido recorde de alta em 21 meses.

Por outro lado, foi registrado crescimento nas vendas para exportação pela primeira vez em 21 meses, ficando acima da marca de 50 pela primeira vez desde março de 2011.   Continuação...

 
Funcionários trabalham em linha de montagem de planta da Renault em São José dos Pinhais, Paraná. O ritmo de expansão do setor industrial brasileiro desacelerou em dezembro, em meio a um aumento moderado nos volumes de pedidos recebidos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada nesta quarta-feira. 02/08/2012 REUTERS/Rodolfo Buhrer