Crianças da escola Sandy Hook retornam às aulas pela 1a vez desde ataque

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 16:30 BRST
 

Por Edith Honan

NEWTOWN, Estados Unidos, 3 Jan (Reuters) - Centenas de crianças que escaparam do ataque à escola Sandy Hook em Newtown, Connecticut, no mês passado, voltaram às aulas nesta quinta-feira pela primeira vez desde que um atirador invadiu a escola e matou 20 alunos e seis funcionários.

Crianças usando pesados casacos de inverno embarcaram em ônibus enfeitados com fitas verde e branco, as cores da escola, para a viagem de sete quilômetros até o novo edifício do colégio.

A Chalk Hill Middle School, uma escola abandonada na cidade vizinha de Monroe, foi reformada especialmente para os alunos de Newtown.

Anca Roberto, de 35 anos, colocou sua filha de cinco anos de idade, que está no jardim de infância, no ônibus não muito longe da antiga escola Sandy Hook, que continua a ser uma cena do crime crivada de balas e fechada para todos, exceto a polícia.

Anca disse que tinha ficado nervosa com o retorno à escola até quarta-feira, quando ela e sua filha participaram de um evento aberto no novo local. Sua filha ficou emocionada ao encontrar o seu material intacto, que foi trazido da antiga escola, e "gritou" quando viu seus amigos.

Os estudantes "se abraçaram, e brincaram e eram apenas crianças", disse a mãe. "Os professores foram simplesmente incríveis."

Com a segurança em primeiro lugar nas mentes dos pais e das autoridades após o segundo tiroteio com o maior número de vítimas na história dos EUA, a escola foi equipada com um novo sistema de segurança. Oficiais do Departamento de Polícia de Monroe patrulhavam as propriedades, e todas as portas externas e calçadas estão sob vigilância.

Conforme retornam às aulas na quinta-feira, os alunos encontrarão todos os seus pertences familiares da escola Sandy Hook, incluindo mesas que foram deixadas para trás há três semanas, quando Adam Lanza invadiu a escola e abriu fogo.

(Reportagem adicional de Susan Heavey, em Washington, e Shannon Stapleton em Monroe, Connecticut)

 
Estudantes da escola primária Sandy Hook são vistos a caminho de sua nova escola em Monroe, nos EUA. Centenas de crianças que escaparam do ataque à escola em Newtown, Connecticut, no mês passado, voltaram às aulas nesta quinta-feira pela primeira vez desde que um atirador invadiu a escola e matou 20 alunos e seis funcionários. 03/01/2012 REUTERS/Shannon Stapleton