Chávez sofre insuficiência respiratória, diz governo venezuelano

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013 08:58 BRST
 

Por Diego Ore

CARACAS, 4 Jan (Reuters) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sofre de insuficiência respiratória como consequência da infecção pulmonar "grave" que o atingiu, afirmou na quinta-feira o governo venezuelano, em uma nova complicação depois da operação a que foi submetido há três semanas em Cuba para tratar um câncer que ameaça tirá-lo do poder.

Chávez, de 58 anos, não tem sido visto ou ouvido em público desde que viajou para Cuba para a operação e tem enfrentado vários problemas pós-operatórios derivados de uma hemorragia já controlada e com os pulmões, que estão sendo tratados.

"Depois da delicada cirurgia em 11 de dezembro, o comandante Chávez tem enfrentado complicações como consequência de uma grave infecção pulmonar", disse o ministro da Comunicação, Ernesto Villegas, lendo um comunicado oficial no palácio do governo, em Caracas.

"Esta infecção derivou em uma insuficiência respiratória que requer do comandante Chávez um severo cumprimento do tratamento médico", acrescentou o ministro, que pediu para que os venezuelanos não deem importância para rumores infundados.

Hora antes, o vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, indicado por Chávez como seu potencial sucessor antes de passar pela quarta operação em 18 meses, assegurou que o presidente lutava por sua saúde "com força e energia de sempre".

A delicada situação de Chávez tem levantado dúvidas sobre sua capacidade em assumir o governo, como está previsto para 10 de janeiro, em um novo mandato conquistado em eleições realizadas em outubro.

 
Ministro da Comunicação da Venezuela Ernesto Villegas afirmou que o presidente Hugo Chávez enfrenta uma grave infecção pulmonar. 03/01/2013 REUTERS/Miraflores Palace/Handout