Venezuela busca avião desaparecido com estilista italiano Missoni

sábado, 5 de janeiro de 2013 15:06 BRST
 

MILÃO/CARACAS, 5 Jan (Reuters) - Os serviços de emergência da Venezuela montaram uma operação de resgate marítimo e aéreo, neste sábado, após o desaparecimento de um pequeno avião que levava o estilista italiano Vittorio Missoni na costa venezuelana.

A imprensa italiana disse que o avião desapareceu na sexta-feira de manhã após decolar do balneário de Los Roques, um arquipélago na costa venezuelana. Junto com Missoni e sua esposa, Maurizia Castiglioni, também estariam a bordo do avião bimotor Britten Norman NB2 um outro casal e dois venezuelanos membros da tripulação.

"Desapareceu ontem. Eles têm procurado pelo avião com helicópteros e navios, mas ainda não encontraram nada. Eles ainda estão procurando", disse o cônsul italiano no país sul-americano, Giovanni Davoli, à Reuters por telefone.

A porta-voz de Missoni, Maddalena Aspes, afirmou: "A família Missoni foi informada pelo consulado venezuelano que Vittorio Missoni e sua esposa estão desaparecidos, mas não sabemos mais nada".

Missoni e seus irmãos assumiram a empresa dos pais Ottavio e Rosita, em 1996, com o objetivo de renovar a marca e torná-la mais atrativa para um público maior e mais jovem, como fizeram as concorrentes Gucci e Burberry. Sob o comando de Vittorio, a Missoni abriu hotéis em Edinburgo e no Kuweit e lançou uma coleção de utensílios domésticos.

Em 2011, a varejista norte-americana Target encomendou uma coleção à Missoni.

A marca vai comemorar seu aniversário de 60 anos este ano.

(Reportagem de Jennifer Clark, em Milão, e Andrew Cawthorne, em Caracas)