Petrobras eleva compras de óleo para atender refino recorde--Cbie

terça-feira, 8 de janeiro de 2013 15:50 BRST
 

Por Leila Coimbra

RIO DE JANEIRO, 8 Jan (Reuters) - A Petrobras vem processando em suas refinarias uma quantidade maior de petróleo do que produz no país, o que tem levado a estatal a aumentar suas importações da commodity em meio a um forte consumo, disse nesta terça-feira um especialista do setor.

A estatal informou nesta terça-feira que atingiu um recorde de refino de petróleo no dia 1o de janeiro, processando 2,111 milhões de barris ao dia. O volume é superior ao total produzido no país pela companhia durante os últimos meses.

Em novembro, último dado divulgado pela Petrobras, a extração média diária de óleo da empresa estava em 1,98 milhão de barris.

"A Petrobras está importando cargas de petróleo leve cada vez maiores para suas refinarias. A autossuficiência tão festejada só aconteceu em 2009", disse o especialista em energia e diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (Cbie), Adriano Pires, em entrevista à Reuters.

A companhia sempre importou petróleo mais leve e exportou parte de seu petróleo pesado produzido no Brasil. Mas, segundo Pires, a balança comercial da Petrobras está deficitária desde 2010.

GASOLINA

Além de importar petróleo, a Petrobras vem sofrendo com importações de gasolina nos últimos anos para atender ao mercado crescente.

Mas a empresa tem prejuízo com a área de combustíveis porque compra a preços internacionais, mas vende no mercado interno a preços regulados pelo governo federal, controlador da estatal, que não repassa a volatilidade externa para blindar a inflação.   Continuação...