Ministério Público vai investigar Lula, diz jornal

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 09:58 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério Público Federal vai investigar Luiz Inácio Lula da Silva com base em acusações do empresário Marcos Valério que envolvem o ex-presidente no esquema conhecido como "mensalão", publicou um jornal nesta quarta-feira.

Segundo O Estado de S.Paulo, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, decidiu remeter o caso à primeira instância, pois Lula não tem mais direito a foro privilegiado. A decisão teria sido tomada no final de dezembro, após o encerramento do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), segundo o jornal.

A notícia foi publicada depois que Gurgel afirmou em 19 de dezembro que começaria a avaliar as acusações de Valério, principal operador do mensalão, de que Lula autorizou os empréstimos bancários ao PT que seriam utilizados na compra de apoio parlamentar .

Gurgel afirmou em dezembro que "com muita frequência, Marcos Valério faz referência a declarações que ele considera bombásticas, e quando nós vamos examinar em profundidade não é bem isso".

Segundo o jornal, Valério, condenado a 40 anos de prisão pelo STF por seu envolvimento no mensalão, também teria afirmado que "passou dinheiro para Lula arcar com 'gastos pessoais' em 2003".

O Instituto Lula informou ao jornal que o ex-presidente está viajando e não comentaria a decisão do MPF de iniciar investigação sobre as acusações de Valério. Procurados pela Reuters, representantes da entidade e do MPF no Distrito Federal não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

 
Procurador-geral da República, Roberto Gurgel, vai à sessão do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal, em Brasília, em outubro de 2012. Ministério Público Federal vai investigar Luiz Inácio Lula da Silva com base em acusações do empresário Marcos Valério que envolvem o ex-presidente no esquema conhecido como "mensalão". 23/10/2012 REUTERS/Ueslei Marcelino