Petrobras deve ter ganhos com geração de energia a gás--BTG

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 15:57 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 9 Jan (Reuters) - A Petrobras deve ter ganhos com a grande geração de eletricidade via térmicas a gás em um momento em que o país enfrenta um risco de falta de energia por conta do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, disse o banco BTG Pactual em relatório nesta quarta-feira.

Analistas e investidores chegaram a avaliar que a estatal teria perdas milionárias com as importações de emergência de gás natural liquefeito (GNL) para gerar eletricidade.

"Em termos gerais, acreditamos que é mais provável para a Petrobras ganhar dinheiro com a hidrologia pobre no Brasil do que os investidores parecem acreditar agora", escreveu a equipe de análise do banco.

Comerciantes de GNL disseram que a Petrobras foi forçada a pagar prêmios de preços no mercado à vista para garantir cargas de GNL, devido à forte demanda pelo combustível em países asiáticos afetados pelo clima frio. Essas compras de alto custo poderiam representar perdas de milhões de dólares à Petrobras.

"Nós acreditamos que a preocupação do investidor sobre esta questão não é procedente. Embora não possamos dizer que a Petrobras será uma 'grande vencedora' com a falta de eletricidade do Brasil, podemos dizer que não a vemos como uma perdedora. Podemos vê-la como um vencedora até", disse o BTG.

Gustavo Gatass, analista responsável pelo relatório, disse à Reuters que a Petrobras está ganhando mais dinheiro com a venda de energia elétrica no mercado "spot" do que perdendo com as importações de gás para abastecer suas usinas.

"A Petrobras possui contrato para a venda de 2 mil megawatts médios, mas está gerando 5 mil megawatts médios. A diferença está sendo vendida no curto prazo, com os preços altos", afirmou ele.

A energia elétrica no mercado de curto prazo do país está em 555 reais o megawatt-hora (MWh), valor mil por cento maior que os 55 reais do início de agosto, devido à escassez de eletricidade no país ao longo do segundo semestre.

"Se considerarmos o preço da energia no mercado atual e o nível de produção de energia da empresa, a receita chegaria a 1,7 bilhão de dólares, o que seria mais do que suficiente para compensar até mesmo o custo de 20 dólares por milhão de BTU (unidade térmica britânica) de GNL, que levaria ao custo de 1,15 bilhão de dólares, e ainda fazer um ganho de 500 milhões a 600 milhões de dólares no trimestre."   Continuação...

 
Pessoas entram e saem da sede da Petrobras no Rio de Janeiro. A Petrobras deve ter ganhos com a grande geração de eletricidade via térmicas a gás em um momento em que o país enfrenta um risco de falta de energia por conta do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, disse o banco BTG Pactual. 24/09/2010 REUTERS/Bruno Domingos