Ciclone obriga Rio Tinto a suspender embarques de minério

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 09:05 BRST
 

SYDNEY, 10 Jan (Reuters) - A Rio Tinto, a segunda maior produtora de minério de ferro do mundo, suspendeu o carregamento de navios nos portos de Dampier e Cape Lambert, enquanto o ciclone Narelle se fortaleceu na costa noroeste do país.

A BHP Billiton e o Fortescue Metals Group, a terceira e a quarta maiores produtoras de minério de ferro do mundo, monitoram atentamente o avanço do ciclone que se dirige para o continente.

"As operações continuam e as atividades permanecem como normalmente", disse a Fortescue em comunicado enviado à Reuters.

Empresas de mineração com operações no oeste australiano, na região de Pilbara, aderem a procedimentos rigorosos diante da aproximação de ciclones. Há, em média, cerca de sete ciclones por ano em Western Australia.

"Devido às condições marítimas, as autoridades portuárias fecharam os portos de Dampier e de Cape Lambert", disse o porta-voz da Rio Tinto. "Como resultado, as operações de carregamento de navios da companhia estão suspensas. Todas as outras operações, incluindo mineração, movimentos ferroviários e outras operações portuárias continuam como antes", acrescentou o representante.

O preço do minério de ferro está em cerca de 158 dólares por tonelada na China, o maior valor desde meados de outubro de 2011, em parte devido ao risco relacionado a interrupções no fornecimento da commodity em função dos ciclones na Austrália.

(Por James Regan)