Petróleo sobe após ataque na Argélia; aumento de oferta contém alta

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 10:20 BRST
 

LONDRES, 17 Jan (Reuters) - Os futuros do petróleo Brent subiram acima de 110 dólares por barril nesta quinta-feira, depois que militantes islâmicos atacaram um campo de gás na Argélia e fizeram reféns ocidentais, mas preocupações sobre uma perspectiva econômica global fraca mantiveram os ganhos limitados.

O Brent subia 64 centavos de dólar para 110,32 dólares o barril às 10h16 (horário de Brasília). O petróleo nos EUA subia 55 centavos, a 94,79 dólares.

Combatentes islâmicos abriram uma frente internacional na guerra civil do Mali, mantendo dezenas de reféns em uma planta de gás no deserto argelino, enquanto as tropas francesas lançavam uma ofensiva contra os rebeldes no vizinho Mali.

No entanto, um aumento na produção de petróleo nos Estados Unidos impediu que temores de abastecimento motivassem um grande salto nos preços, disseram analistas.

A expansão do oleoduto Seaway tem mandado mais petróleo para as refinarias da Costa do Golfo dos EUA, limitando a demanda por importações da maior economia do mundo.

"O outro impacto Seaway é que ele criou capacidade ociosa na Arábia Saudita", disse Olivier Jakob, da Petromatrix consultoria em Zug, na Suíça.