Democrata diz que Senado dos EUA vai finalmente aprovar um orçamento neste ano

domingo, 20 de janeiro de 2013 17:17 BRST
 

Por Thomas Ferraro

WASHINGTON, 20 Jan (Reuters) - Um parlamentar do alto escalão dos Estados Unidos disse neste domingo que ele e outros companheiros democratas do Senado, pela primeira vez em mais de três anos, tinham a intenção de atender as demandas republicanas para finalmente aprovarem um orçamento norte-americano.

O senador Charles Schumer, o terceiro democrata mais importante da Casa, disse, no entanto, que o plano de gastos vai incluir novas receitas, apesar das advertências republicanas de que não aceitarão mais nenhum aumento de impostos.

"Nós vamos fazer um orçamento este ano e terá receita nele, e os republicanos vão ter que se acostumar com isso", disse Schumer ao programa "Meet the Press", da emissora NBC.

Os democratas, colegas de partido do presidente Barack Obama, controlam o Senado, mas não aprovaram um orçamento desde 2010 em meio a desacordos dentro do partido sobre possíveis reduções de gastos, principalmente em programas sociais como o Medicare e a previdência.

Isso atraiu a ira dos republicanos, que os acusam de negligência de dever, o que teria minado os esforços para reduzir gastos e a dívida dos EUA.

Washington deve cumprir os limites de poder de empréstimo de 16,4 trilhões de dólares até o início de março, e elevar o teto da dívida vai permitir que o governo federal continue seu trabalho ininterruptamente.

Líderes republicanos no Congresso, em uma importante concessão na sexta-feira, disseram que estavam dispostos a elevar o teto da dívida por três meses e, ao mesmo tempo, abandonar suas exigências de que qualquer aumento no poder de empréstimo do governo fosse igualado em cortes de gastos.

Os republicanos disseram, no entanto, que iriam exigir que o Senado finalmente aprovasse um orçamento que poderia incluir reduções de gastos, assim como mudanças no código tributário.   Continuação...