Governo vai estimular turismo em favelas pacificadas do Rio

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 16:10 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 21 Jan (Reuters) - O governo federal quer estimular o turismo em favelas pacificadas do Rio de Janeiro e vai liberar recursos para capacitar e qualificar as comunidades e seus moradores para a recepção de turistas nacionais e estrangeiros, informou nesta segunda-feira o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

"As comunidades pacificadas já estão inseridas no contexto turístico e agora depende do poder público contribuir com infraestrutura e recursos necessários para que esse trabalho seja desenvolvido", disse o ministro durante visita ao complexo de favelas do Alemão, na zona norte da capital. Vieira visitou o teleférico da comunidade, um dos pontos turísticos da região.

Somente no ano passado, estima-se que 100 mil turistas andaram no teleférico do Alemão. "Esse ponto turístico nasceu espontaneamente e agora depende do setor público contribuir com os recursos necessários para que este trabalho (fomento ao turismo) se desenvolva", afirmou o ministro, que estava acompanhado de autoridades do setor do Estado e do município.

A ideia de fomentar o turismo em áreas pacificadas surgiu depois de uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, que mostrou o interesse dos turistas em conhecer as comunidades do Rio de Janeiro após o processo de pacificação.

A pesquisa revelou que mais da metade dos turistas, nacionais ou estrangeiros, têm o desejo de conhecer uma favela da cidade.

Com a ajuda financeira, o governo federal pretende também estimular a organização e a economia das comunidades, uma vez que a maioria dos turistas que visitou uma comunidade do Rio gastou no máximo 5 reais em consumo.

REAVALIAÇÃO DAS UPPs

O modelo de segurança do Rio de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) está passando por um processo de reavaliação devido ao aumento dos casos de violência nas comunidades pacificadas e à resistência de alguns traficantes em permanecer nessas áreas.

O reforço do policiamento em uma área pacificada, o morro da Fallet, no centro da cidade, começou nesta segunda-feira e vai ser permanente. No conjunto de favelas da Penha, na zona norte, o efetivo também está sendo reforçado pela Secretaria de Segurança.   Continuação...

 
Pessoas caminham próximas a mural na favela da Providência, no Rio de janeiro. O governo federal quer estimular o turismo em favelas pacificadas do Rio e vai liberar recursos para capacitar e qualificar as comunidades e seus moradores para a recepção de turistas nacionais e estrangeiros, informou nesta segunda-feira o ministro do Turismo, Gastão Vieira. 29/11/2012 REUTERS/Pilar Olivares