Dilma pede inclusão de novos blocos na 11a rodada de petróleo

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 17:20 BRST
 

BRASÍLIA, 23 Jan (Reuters) - O governo poderá incluir 117 novos blocos de petróleo na 11a rodada de leilões, a pedido da presidente Dilma Rousseff, informou nesta quarta-feira o secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Marco Antônio Martins.

O governo agendou a licitação, a primeira desde 2008, para os dias 14 e 15 de maio.

Já o primeiro leilão do pré-sal está previsto inicialmente para os dias 28 e 29 de novembro, e o primeiro leilão exclusivo para gás não-convencional está previsto para os dias 11 e 12 de dezembro, segundo Martins.

O secretário ressaltou, porém, que a única data definitiva é a da 11a rodada.

As outras duas licitações ainda precisam de aprovação do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que definirá ainda as áreas a serem leiloadas.

Na 11a rodada deverão ser incluídos 36 blocos da área de Tucano Sul, que foram licitados na 8a rodada, mas que acabou sendo cancelada pelo governo.

Áreas na foz do Amazonas também deverão ser leiloadas na 11a, devido ao potencial da região.

A inclusão dos 117 blocos, no entanto, precisa também de aprovação do CNPE, segundo o secretário.

Caso os blocos sejam adicionados à 11a rodada, o total subirá de 172 para 289 blocos.

(Reportagem de Leonardo Goy)