Djokovic e Murray se preparam para trazer a dor

sábado, 26 de janeiro de 2013 14:29 BRST
 

Por Ian Ransom

MELBOURNE, 26 Jan (Reuters) - A nascente rivalidade entre Novak Djokovic e Andy Murray no grand slam irá virar outra página no domingo, com os dois homens de ferro do tênis disputando a final do Aberto da Austrália.

Apesar de bons amigos fora da quadra desde os tempos de juventude, eles têm o hábito de imporem um ao outro duelos em cinco sets nos grand slams.

O britânico perdeu último duelo válido pelo torneio para Djokovic, que acabaria campeão, na semifinal do ano passado, numa partida de quase cinco horas. No entanto, Murray vingou-se da derrota na emocionante partida em cinco sets que decidiu o Aberto dos EUA e lhe deu o primeiro título de grand slam.

"Eu espero uma partida dolorosa porque irá significar que foi boa," disse Murray na quadra central após a vitória em cinco sets sobre Roger Federer na semifinal.

O atual bicampeão Djokovic, que jogou a mais longa final de grand slam contra Rafael Nadal no ano passado, espera ter novamente muito trabalho para conquistar seu terceiro título consecutivo em Melbourne Park.

"Considerando o fato de que toda vez que jogamos os últimos seis ou sete encontros foram sempre partidas longas, que exigiram muito fisicamente, indo a três sets e cinco sets em grand slams," disse o número um do mundo aos jornalistas.

"Então nós esperamos que algo parecido aconteça, longos ralis, e eu estou pronto para isso", completou.

Ambos têm a chance de escrever seus nomes na história.   Continuação...

 
O britânico Andy Murray assina um autógrafo para um fã após uma sessão de treino no Aberto da Austrália em Melbourne. 26/01/2013 REUTERS/Navesh Chitrakar