Incêndio deixa 233 mortos em boate no Rio Grande do Sul

domingo, 27 de janeiro de 2013 22:46 BRST
 

Por Ana Flor

SANTA MARIA, 27 Jan (Reuters) - Um incêndio numa boate em Santa Maria, interior do Rio Grande do Sul, deixou 233 mortos, a maioria por asfixia, e 117 feridos, na segunda maior tragédia deste tipo na história do Brasil.

O fogo, segundo autoridades, teria sido causado depois que um artefato de pirotecnia foi acionado durante o show de uma banda. Noventa e duas pessoas ainda estão hospitalizadas na cidade, enquanto algumas foram levadas para outros hospitais do Estado.

Quando o incêndio começou na madrugada de domingo, a casa noturna estava lotada, de acordo com o Corpo de Bombeiros, principalmente por universitários que acompanhavam o show da banda Gurizada Fandangueira. Das vítimas, segundo a prefeitura da cidade, 120 eram homens e 113 mulheres.

De acordo com informações dos Bombeiros e da Polícia Civil gaúcha, o incêndio na boate Kiss, uma das mais famosas da cidade de aproxidamente 260 mil habitantes e a cerca de 300 quilômetros da capital, teria começado por volta das 2h30 deste domingo, quando foi acionado um sinalizador por um dos integrantes da banda.

Uma das faíscas que saiu do artefato teria entrado em contato com teto, coberto por revestimento acústico, dando início à tragédia, segundo a delegada Luíza Sousa, da 2a Delegacia da Polícia de Santa Maria.

"O fogo espalhou-se em segundos", disse a delegada à Reuters.

A maioria das vítimas morreu asfixiada com a fumaça tóxica resultante da queima do revestimento acústico, disse o comandante do Corpo de Bombeiros do Estado, coronel Guido Pedroso de Melo. Um dos integrantes da banda também morreu.

A dimensão do desastre, o segundo maior incêndio no país depois do fogo que deixou 503 mortos em um circo em Niterói (RJ), em 1961, fez a presidente Dilma Rousseff cancelar seus compromissos na reunião de cúpula entre a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e a União Europeia, no Chile, e antecipar sua volta ao Brasil.   Continuação...

 
Funerários carregam um caixão contendo o corpo de uma vítima do incêndio na boate Kiss em Santa Maria, 350 quilômetros a oeste de Porto Alegre. 27/01/2013 REUTERS/Edison Vara