Espanhol Santander tem queda no lucro por perdas com crédito

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 10:00 BRST
 

MADRI, 31 Jan (Reuters) - O Santander fez uma forte alta nas provisões para perdas com crédito depois que a inadimplência subiu na Espanha e no Brasil, enquanto baixas contábeis relacionadas a ativos imobiliários na Espanha também contribuíram para uma queda de 59 por cento no lucro líquido anual.

O maior banco da zona do euro informou que agora já passou pela maior parte do impacto gerado pela implosão do mercado imobiliário espanhol ocorrida, há cinco anos, após ter terminado de contabilizar todas as provisões determinadas pelo governo no ano passado.

"Em 2013, depois que terminamos as provisões especiais, veremos forte crescimento nos resultados, apoiados por ganhos recorrentes e controle de custos", disse o presidente do conselho do Santander, Emilio Botín, em comunicado.

O banco também informou que pagou mais de 60 por cento dos 35 bilhões de euros em empréstimos de longo prazo que contratou junto ao Banco Central Europeu, e afirmou que as condições de liquidez melhoraram.

A instituição teve um resultado abaixo do esperado por analistas consultados pela Reuters, com lucro líquido de 2,21 bilhões de euros (3 bilhões de dólares) em 2012. As provisões subiram para 18,8 bilhões de euros, com um aumento de 28 por cento nas reservas de capital para perdas com crédito no grupo.

O índice de inadimplência na Espanha do banco subiu de 6,38 por cento no final de setembro para 6,74 por cento, sinalizando mais dificuldades à frente conforme o desemprego cresce no mercado espanhol.

A inadimplência também subiu na América Latina, em particular no Brasil, que gera 26 por cento do lucro do Santander e cuja economia tem apresentado fraco crescimento. Isso tem feito analistas preferirem ações do BBVA, que é exposto ao México.

O Santander Brasil deve divulgar seus resultados de quarto trimestre e do ano de 2012 também nesta quinta-feira.

(Por Sarah White)

 
Homem usa caixa eletrônico em agência do Santander, em Madri. O Santander fez uma forte alta nas provisões para perdas com crédito depois que a inadimplência subiu na Espanha e no Brasil, enquanto baixas contábeis relacionadas a ativos imobiliários na Espanha também contribuíram para uma queda de 59 por cento no lucro líquido anual. 31/01/2013 REUTERS/Susana Vera