Santander Brasil lucra menos e desacelera crédito no 4o tri; vê 2013 melhor

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 16:02 BRST
 

Por Aluísio Alves e Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO, 31 Jan (Reuters)- O Santander Brasil registrou queda do lucro, fraca expansão de sua carteira de crédito e piora da qualidade dos ativos no quarto trimestre, mas previu melhora em 2013, em meio à perspectiva de maior crescimento econômico do país.

O quinto maior banco comercial do país teve lucro líquido 1,598 bilhão de reais no período, cerca de 3 por cento menos que um ano antes, mas acima da previsão média de 1,29 bilhão de reais por analistas consultados pela Reuters.

Em 2012, o lucro somou 6,329 bilhões de reais, recuo de 5 por cento ante 2011.

A carteira de crédito fechou dezembro em 211,96 bilhões de reais, expansão de apenas 7,6 por cento em 12 meses, com avanço combinado de 6,8 por cento nos segmentos de pessoa física e de financiamento ao consumo e de 8,4 por cento nos empréstimos para empresas.

"É difícil andar em velocidade de cruzeiro com a economia fraca", disse nesta quinta-feira a jornalistas o presidente-executivo da filial do banco espanhol no país, Marcial Portela.

O balanço repetiu a tendência mostrada pelo Bradesco, que abriu na segunda-feira a temporada de resultados dos grandes bancos apresentando fraco crescimento dos empréstimos e manutenção da inadimplência em nível elevado.

O lucro acima do esperado do Santander no quarto trimestre refletiu em parte a queda de 4,1 por cento na despesa com provisão para perdas com calotes, para 3,1 bilhões de reais. Isso ocorreu apesar do índice de a inadimplência com operações vencidas há mais de 90 dias ter subido 1 ponto percentual na comparação anual e 0,4 ponto sobre o trimestre anterior, para 5,5 por cento.

O nível de cobertura da carteira caiu para 126 por cento. Segundo Portela, a deterioração da carteira refletiu o foco maior do Santander Brasil no segmento de pequena e média empresa e o menor nível de renegociação de dívidas em atraso com pessoas físicas.   Continuação...

 
Presidente espanhol Santander, Emilio Botin, gesticula durante apresentação de resultados na sede do banco em Boadilla del Monte, na Espanha. O Santander Brasil informou nesta quinta-feira lucro líquido 1,598 bilhão de reais para o quarto trimestre, resultado 3 por cento abaixo do obtido um ano antes, mas que ficou acima do esperado por analistas em meio a uma queda nas provisões sobre inadimplência na comparação com o período encerrado em setembro. 31/01/2013 REUTERS/Sergio Perez