Sobe para 237 número de mortos por incêndio em boate no RS

domingo, 3 de fevereiro de 2013 13:03 BRST
 

SÃO PAULO, 3 Fev (Reuters) - O número de vítimas fatais em decorrência do incêndio na boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, aumentou para 237 na noite de sábado, informou a Secretaria de Saúde do Estado.

Um jovem de 22 anos, que estava internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, morreu às 22h do sábado.

Segundo dados da secretaria, 114 pacientes feridos no incêndio permanecem internados em hospitais do Estado. Destes, 41 respiram com ajuda de aparelhos.

O incêndio na madrugada de 27 de janeiro na boate Kiss aconteceu, segundo a polícia, depois que um integrante da banda Gurizada Fandangueira, que se apresentava no local, acendeu um sinalizador.

Uma faísca do artefato teria entrado em contato com o revestimento acústico no teto da casa noturna, provocando uma fumaça tóxica que causou a maioria das mortes por asfixia.

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul informou que a rápida queima da espuma utilizada como revestimento acústico da boate Kiss, que liberou fumaça tóxica, causou as mortes.

Muitas das vítimas internadas em hospitais e respirando com ajuda de aparelhos tiveram queimaduras nas vias aéreas e inflamação nos pulmões.

(Por Vivian Pereira)

 
Homem ajoelha em frente a tributos em homenagem às vítimas do incêndio na boate Kioss, em Santa Maria. O número de vítimas fatais em decorrência do incêndio no Rio Grande do Sul aumentou para 237 na noite de sábado, informou a Secretaria de Saúde do Estado. 28/01/2013 REUTERS/Edison Vara